Venezuela e as guerras híbridas na América Latina – Por Renato Costa em A Casa de Vidro

16 ago

PREJUÍZOS. PREJUÍZO TODO DIA

Vídeo > https://youtu.be/Ji4GCLHmdtY

Crônica > https://gustavohorta.wordpress.com/2019/08/16/prejuizos-prejuizo-todo-dia/

NÓS SÓ TEMOS UMA ARMA. E ELA É LETAL: PREJUÍZO, TODO DIA.

Prejuizos. Prejuízos TODO dia.

#PREJUÍZOTODODIA 
#PREJUÍZOTODODIA

A gente não se emociona mais nem com os vazamentos da vaza jato, nem com as entrevistas do Lula, nem com todos os elementos escatológicos do jumento que hoje ocupa a presidência.

Estamos inertes. Mas não estamos imunes.

Que tal pensarmos em deixar que essa nossa inércia seja aplicada na direção dos prejuízos sobre essa quadrilha de canalhas que tomaram posse do nosso país?

Talvez seja isso que a gente tenha que fazer. Ficarmos inertes, paralisados e perplexos, enquanto, encolhidos em nossos cantinhos, aplicarmos todo dia prejuízos nesses caras e nessa gente.

Não é abismo. Não é fundo do poço. É UMA FOSSA TRANSBORDANDO e nós a nadar nos dejetos para não ter, por enquanto, que beber espontaneamente. “VAMOS TER QUE ENGOLIR”?

A guerra é *DESPROPORCIONAL, ASSIMÉTRICA*.  Nossa única arma é aplicar *PREJUIZOS*, sistemáticos, TODO DIA.

*ELES NOS DISTRAEM, ELES NOS DESTROEM*.

#PREJUÍZOTODODIA

Abraço.
Recebam as bênçãos.

gustavohorta.wordpress.com

A CASA DE VIDRO

Venezuela e as guerras híbridas na América Latina é o título do dossier n.17 do Instituto Tricontinental de Pesquisa Social, lançado em junho de 2019. O documento, com cerca de 50 páginas, reporta de forma breve e contundente os acontecimentos do primeiro semestre do ano, extremamente turbulentos na política e na vida do povo venezuelano, sem deixar de contextualizar os antecedentes históricos dos conflitos que tiveram lugar no país. 

Em fevereiro deste ano, a fronteira colombiana, nos limites da cidade venezuelana de Cucutá, foi forçada com a prerrogativa da entrada, não autorizada pelas autoridades venezuelanas, de ajuda humanitária dos Estados Unidos, via Colômbia. Dois meses depois, no dia 29 de abril, um levantamento militar foi orquestrado por Juan Guaidó, deputado e ex-presidente da Assembleia Nacional, hoje em desacato à nova constituinte amplamente referendada pelo governo bolivariano. Apesar da intensidade dos ataques à ordem política do país em 2019, a…

Ver o post original 750 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: