O PIOR AINDA PODE PIORAR, E ESTÁ.

17 jun

O escrotíssimo e sua quadrilha são todos filhos de cool. Logo, foram todos defecados.
Portanto, são puro excremento fecal, fétido, nojento. E é assim mesmo.
Paridos pelo cool [ânus], só poderia dar nisso: excremento fétido, nojento, repugnante.

Pior é o grupo de poderosos, as grandes organizações nacionais e internacionais que o sustentam. Empresas e empresários nativos que decidiram trocar seu povo por um punhado de ‘dinares’, desfilando seus iates, helicópteros, jatinhos, carrões de luxo, mansões, etc., tantas vezes financiados pelo próprio povo traído, de forma legal, ou não, nem tanto. Por outro lado, as organizações internacionais, as grande corporações, tratam de prover seus lucros a qualquer custo, de forma a manter, em tantos países, os padrões de “qualidade” tão conhecidos e decantados – europeus brancos sempre a rapinar mundo afora. Costumo dizer que onde os europeus e estadunidenses colocam as patas, o massacre é líquido e certo [eles não gostam quando me ouvem ou me leem; danem-se].

De qualquer forma, como já expliquei várias vezes, são as grandes e anônimas corporações multinacionais que dão as cartas neste “novo” mundo neoliberal, cada vez mais a espoliar o braço trabalhador e produtivo para o beneficio do capital preguiçoso, indolente, vadio, malandro, mandrião. Tão malandros, tão malandrões, que montam de bota e espora e ainda conseguem arrebanhar seguidores e adeptos entre os braços suados e cansados, a troca de migalhas ao pé das mesas em seus banquetes. Nascem, criam e são nutridas as elites do empresariado nacional, subserviente e traidor da nação e da pátria (para mais informações, ver referências ao final, a quem interessar possa), com as podres instituições públicas e privadas que dominam e controlam esse podre país de uma pobre nação.

Um pobre povo vilipendiado.

Piores são os trezentos picaretas lá da dita capital federal, em seus assentos luxuosos em couro, sob ar condicionado e cadeiras de espaldar alto giratórias, com suas dúzias de assessores bem remunerados, moradia subsidiada, fartos banquetes, carros alugados e outras ‘cositas mas’, que dão sustentação ao escrotíssimo traidor e sua quadrilha de estelionatários criminosos e à sua quadrilha. Venderam-se, tratores e benesses. Nenhuma consequência.
Não interessa aos poderosos agir, posto que a gangue esta a cumprir seu papel entreguista traidor.

Piores são os outros quase quarenta, ou quarenta e poucos presididos pelo mineirim-canalha, netinho de canalhas. Abençoando cada ato, abençoando cada atitude, abençoando cada intervenção na Constituição, sem que haja uma Assembleia Nacional Constituinte.

Juntos, os trezentos picaretas e os quarenta e poucos dilapidam a Constituição, já “frankesteinizada”. Nenhuma consequência. Não interessa aos poderosos agir, posto que a gangue esta a cumprir seu papel entreguista traidor.

Piores, mesmo e ainda, são os meios de comunicação e de desinformação, com seus sofismas e suas mentiras explícitas que escamoteiam, atrás de matérias meteorológicas, matérias intermináveis sobre a pandemia e vacinação, sobre acidentes de trânsito e o krlho-a-quatro, todas as práticas entreguistas e traidoras que a gangue ‘guediana’ de ‘chicagados’ já praticaram no Chile, em treinamento de campo, e agora colocam em prática aqui.
Os meios de desinformação de nossas plagas não passam de porta-vozes “chapa branca” a serviço dos poderosos, nacionais ou multinacionais. Totalmente cooptados pela quadrilha, já na se consegue distingui-los da própria quadrilha. O Brazziiolll, com seus meios de comunicação familiares e empresariais, sempre na vanguarda em sua criatividade ilimitada, conseguiu desenvolver o “JORNALISMO SEM JORNALISTAS“. E é assim que, nas plagas destas concessionárias de direitos públicos, controladas por meia dúzia de “famiglias” criou-se e desenvolveu-se a “IMPRENSA SEM JORNALISTAS” brasileira, nesta incrível história de uma grupo de empresários coleados para a manipulação e idiotização de uma nação, fazendo-se titeriteiros de bem remunerados marionetes arrumadinhos e safados.

Escamoteados, camuflados e agindo nas sombras, estão os igualmente piores, como o ex-escrotíssimo ferrando-sempre-com-o-povo e muito enriquecido Cardoso e seus asseclas, naquele consórcio canalha com tantos outros, que se dizem e se apresentam como neoliberais e não passam mesmo de traidores vendilhões baratos, imiscuídos ao tráfico de drogas e de armas, ao crime organizado e ao crime desorganizado, sempre a serviço dos interesses transnacionais. Traidores contumazes escrotais.

Aliás, é bem o papel nefasto do distorcido liberalismo, também conhecido como capitalismo e, atualmente, com o eufemismo neoliberalismo globalizado: tirar o pouco dos braços que produzem e repassar as receitas assim amealhadas às minorias corporativas dominantes.

Assim caminha o país. Assim é arrastada a nação, que como nação, de fato, inexiste.

Poderosos nacionais que mais deslizam e esquiam sobre o mar fétido da lama em lodo da fossa nacional a transbordar. E o povo remando, dando suas braçadas extenuadas, a tentar se livrar deste lodo fedido dos excrementos dessa fossa, iludido, manipulado, estuprado. Povo escrachado, povo esculachado, povo esculhambado, povo arregaçado, que ainda não consegue ver ou entender que é de seus braços e de seus esforços que emana todo o poder que lhe é expropriado e abarcado pelos surfistas, esquiadores e patinadores, usurpadores do andar de cima. Mal conhece o povo sua força e seu poder, desconhece que se decidir se mexer pode com facilidade derrubar a mesa de jogos impatrióticos sobre seus corpos e almas sendo praticados. Pobre povo idiotizado de tão manipulado.

Pobre povo idiotizado de tão manipulado. Pobre povo idiotizado de tão manipulado.

O PIOR AINDA PODE PIORAR. E ESTÁ PIORANDO.

Certa vez, em minhas conjecturas e reflexões pude escrever: “Ditaduras como as vividas no Brasil, protegidas pelas ditas democracias ocidentais e até mesmo, como se pode já confirmar, promovidas e patrocinadas pelas tais democracias ocidentais podem ser toleradas? Nããão? Tem certeza? Quem foi chamado às barras da justiça pelos mais diversos crimes aqui perpetrados? A anistia, ampla geral e irrestrita esconde tudo e tudo varre para debaixo do tapete, ainda que, a cada dia, mais se escancarem as atrocidades, causando significativos tropeços nestes tapetes enrugados por tamanho acúmulo de sujeira. Vergonha é só o que se pode sentir por este povo subjugado, ainda dominado, ainda colonizado, ainda, pelas democracias ocidentais dominantes que tudo podem.
Democracias ocidentais que podem invadir outros países livres. Democracias ocidentais que podem assassinar pessoas mais diversas, e ainda se vangloriar por seus feitos facínoras, ao redor de todo o mundo. Matam na América do Sul e na Latina, matam e assassinam na África, na Ásia, na Europa, na Oceania. Matam na América do Norte. Matam e assassinam onde lhes convier. Invadem e matam onde lhes convier, com a anuência de todo um mundo submisso, subserviente, perplexo e covarde. E ainda recebem as bênçãos de deus, em letras mesmo minúsculas, pois os que abençoam não têm delegação para fazê-lo pelo Deus real. Matam, invadem ou mandam matar e mandam/autorizam invadir.
Democracias ocidentais. DEMOcracias. MEDOcracias. Um, anagrama do outro. MEDO e DEMO. Gente com medo, gente com o demo no corpo. Gente com o diabo. Gente subjugada às corporações internacionais que de fato dominam o mundo. Gente infeliz, triste, acabrunhada e temente. Atemorizada e acovardada.
Que tolice crer nas possibilidades da política, praticada de forma expressiva por gente corrupta, sem ética, amoral e criminosa. Em regimes ditos DEMOcráticos onde eleições tornaram-se, ou foram tornadas, incompetentes para alterar o “status quo”. Nada é por acaso.
Um processo desenhado para atender não às nações e seus povos, pobres povos, mesmo nos países ditos dominadores. Processo desenhado para atender às necessidades e anseios das corporações. Para atender ao diabo, O inferno é aqui!

CORPOROCRACIAS! MEDOcracias, DEMOcracias. MEDO, DEMO. TEMOR, MORTE. MORTEcracias! TEMORcracias! CORPOROcracias. Eleitores tolos mundo afora. Massa de manobra mundo afora que apenas validam os processos viciados e dirigidos para o domínio do mal! Saciar a fome do mal é mais fácil, pois o medo e o demo ajudam às práticas dominadoras corporativas transnacionais.

Pobre povo idiotizado de tão manipulado. Pobre povo idiotizado de tão manipulado.
O PIOR AINDA PODE PIORAR. E ESTÁ PIORANDO.

Parafraseando Roberto Requião, enquanto ex-senador da Republica, em Fev/2018, que tão bem sintetiza minhas ideias, pensamentos e reflexões de tantos anos (ver referências ao final):
“… Vamos ao contraveneno às sandices daqueles que acreditam que do lixo que produzem é possível brotar alguma vida.
Vamos lá.
1 – O foco do poder não está na política, mas na economia. Quem comanda a sociedade é o complexo financeiro-empresarial com dimensões globais e conformações específicas locais.
2 – Os donos do poder não são os políticos. Estes são apenas instrumentos dos verdadeiros donos do poder.
3 – O verdadeiro exercício do poder é invisível. O que vemos, na verdade, é a construção planejada de uma narrativa fantasiosa com aparência de realidade para criar a sensação de participação consciente e cidadã dos que se informam pelos meios de comunicação tradicionais.
4 – Os grandes meios de comunicação não se constituem mais em órgãos de “imprensa”, ou seja, instituições autônomas, cujo objeto é a notícia, e que podem ser independentes ou, eventualmente, compradas ou cooptadas por interesses. Eles são, atualmente, grandes conglomerados econômicos que também compõem o complexo financeiro-empresarial que comanda o poder invisível. Portanto, participam do exercício invisível do poder utilizando seus recursos de formação de consciência e opinião.
5 – Os donos do poder não apoiam partidos ou políticos específicos. Sua tática é apoiar quem lhes convém e destruir quem lhes estorva. Isso muda de acordo com a conjuntura. O exercício real do poder não tem partido e sua única ideologia é a supremacia do mercado e do lucro.
6 – O complexo financeiro-empresarial global pode apostar ora em Lula, ora em um político do PSDB, ora em Temer, ora em um aventureiro qualquer da política. E pode destruir qualquer um desses de acordo com sua conveniência.
7 – Por isso, o exercício do poder no campo subjetivo, responsabilidade da mídia corporativa, em um momento demoniza Lula, em outro Dilma, e logo depois Cunha, Temer, Aécio, etc. Tudo faz parte de um grande jogo estratégico com cuidadosas análises das condições objetivas e subjetivas da conjuntura.
8 – O complexo financeiro-empresarial não tem opção partidária, não veste nenhuma camisa na política, nem defende pessoas. Sua intenção é tornar as leis e a administração do país totalmente favoráveis para suas metas de maximização dos lucros.
9 – Assim, os donos do poder não querem um governo ou outro à toa: eles querem, na conjuntura atual, a reforma na previdência, o fim das leis trabalhistas, a manutenção do congelamento do orçamento primário, os cortes de gastos sociais para o serviço da dívida, as privatizações e o alívio dos tributos para os mais ricos.
10 – Se a conjuntura indicar que Temer [ou o atual escrotíssimo e sua quadrilha] não é o melhor para isso, não hesitarão em rifá-lo. A única coisa que não querem é que o povo brasileiro decida sobre o destino de seu país.
11 – Portanto, cada notícia é um lance no jogo. Cada escândalo é um movimento tático. Analisar a conjuntura não é ler notícia. É especular sobre a estratégia que justifica cada movimento tático do complexo financeiro-empresarial (do qual a mídia faz parte), para poder reagir também de maneira estratégica.
12 – A queda de Temer [ou do escrotíssimo de hoje, ou de qualquer outro poder, ditatorial ou não] pode ser uma coisa boa. Mas é um movimento tático em uma estratégia mais ampla de quem comanda o poder. O que realmente importa é o que virá depois.
13 – Lembremo-nos: eles são mais espertos. Por isso estão no poder.

Assim, o escrotíssimo e sua quadrilha são todos filhos de cool. Logo, foram todos defecados.
Portanto, são puro excremento fecal, fétido, nojento. E é assim mesmo.
Paridos pelo cool [ânus], só poderia dar nisso: excremento fétido, nojento, repugnante.

Pobre povo idiotizado de tão manipulado. Pobre povo idiotizado de tão manipulado.
O PIOR AINDA PODE PIORAR. E ESTÁ PIORANDO.


gustavohorta.wordpress.com

Algumas referências úteis, ou fúteis – a quem interessar possa:

– De Fev/2013 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2013/02/20/democracias-medocracias-o-capeta-nunca-se-arrepende/ DEMOCRACIAS, MEDOCRACIAS – O CAPETA NUNCA SE ARREPENDE
– De Abr/2014 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2014/04/02/claro-como-agua-de-pote/ CLARO COMO ÁGUA DE POTE
– De Fev/2018 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/02/11/puta-que-o-pariu-nada-mais-o-chapeu-de-trouxa-e-marreta/ PUTA QUE O PARIU. NADA MAIS. O CHAPÉU DE TROUXA É MARRETA
– De Nov/2019 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2019/11/29/good-morning-mother-fucker-chapeu-de-trouxa-e-marreta/ GOOD MORNING, MOTHER FUCKER. CHAPÉU DE TROUXA É MARRETA
– De Jun/2013 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2013/06/13/arrependimento-nenhum-nunca-ou-sempre/ ARREPENDIMENTO NENHUM, NUNCA OU SEMPRE
– De dez/2020 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2020/12/15/tente-se-lembrar-de-sua-classe-social/ TENTE SE LEMBRAR DE SUA CLASSE SOCIAL
– De Fev/2014 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2014/02/14/tantas-coisas-que-eu-nao-sei/ TANTAS COISAS QUE EU NÃO SEI
– De Mar/2015>> https://gustavohorta.wordpress.com/2015/03/11/se-semear-grama-nao-colhera-trigo/ SE SEMEAR GRAMA NÃO COLHERÁ TRIGO
– De Out/2013 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2013/10/17/com-a-vo-atras-do-toco/ COM A VÓ ATRÁS DO TOCO
– De Out/2018 >> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/10/18/mensagem-para-meu-irmao-e-outras-coisinhas-outras-conversas-outras-reflexoes/ MENSAGEM PARA MEU IRMÃO… E OUTRAS COISINHAS, OUTRAS CONVERSAS, OUTRAS REFLEXÕES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: