E É ASSIM QUE SE PASSA A BOIADA!

10 jul

A MARÉ VAZANTE DO BOLSONARO – Bemvindo Sequeira

E É ASSIM QUE SE PASSA A BOIADA!

Enquanto isso, nessa quietude, o Banco do Brasil vende uma carteira de crédito de quase r$ 3 bilhões de reais para o banco BTG Pactual, que é do senhor Paulo Guedes, por apenas 400 milhões. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, um magistrado, meretíssimo juiz do Superior Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (Presidente) – sempre no Rio de Janeiro – transforma a prisão do Queiroz em domiciliar, e concede o mesmo “benefício” para a Márcia, mulher dele, que continua foragida e nem presa foi. Aliás, eles não têm residência fixa! Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, o presidente mentiroso e falastrão simula sua contaminação e, depois de já ter feito propaganda de bijuterias em nióbio e depois de ter o avião presidencial transportando 39kg de cocaína para comercialização na Europa, faz agora propaganda descarada de remédio proscrito internacionalmente para o combate ao vírus reinante. Diga-se de passagem, a droga foi produzida pelo Exército brasileiro com custos consideravelmente acima do normal – muito, mas muito acima. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, o presidente falastrão e mentiroso veta a entrega de bens de primeira necessidade as tribos indígenas para prevenção da transmissão do vírus que entre os indígenas já matou mais de 400. Aliás, o mentiroso falastrão apenas aprova as leis em favor das elites burguesas, sempre atuando contra a nação. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, o ministro, que promete resolver o problema econômico do país pelo menos três vezes por semana, afirma que venderá quatro grandes empresas lucrativas estatais dentro dos próximos noventa dias, claro que nas mesmas circunstâncias em que o Ferrando privatizou no passado recente, por uma fração do lucro anual de cada uma. E, neste rumo, tem apoio integral dos poderes, sempre com o Supremo, com tudo. A história neoliberal se repetindo e a nação tendo seus esforços usurpados. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, governador de Minas Gerais, um tal de Zé Mané, encaminha para Assembléia Legislativa um projeto para ser votado, a toque de caixa, alterando o regime de previdência social do Estado de Minas Gerais. E a assembléia, que nem de perto é de algum deus, do mesmo modo que a Câmara Federal, deverá aprovar. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, os órgãos de imprensa, sob o comando da rede esgoto, continuam a ocupar 80% dos seus noticiários a debater números e a mostrar gráficos sobre o avanço do vírus no Brasil que, diga-se de passagem, teve na comitiva do avião presidencial um dos seus importantes vetores de contaminação da nação. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, a população outra vez iludida, de novo enganada nas manipulações permanente, nem vai percebendo o escândalo que envolve a quadrilha de Curitiba, criada pelo juiz marreco que depois virou Ministro da Justiça, em conluios ilegais com departamento de estado estadunidense, em flagrante traição o nosso país. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, a quadrilha da lava jato doa 500 milhões de reais para que o exército possa combater os incêndios na Amazônia e ainda oferece ao governo federal outros 500 milhões de reais através da juíza copia e cola Hardt, que se mostra integrante da quadrilha que compõem o ministério público em Curitiba apresentando-se como porta-voz. Está dentro da lei a juíza fazer parte do grupo de Procuradores? De onde esse grupo de Procuradores obtém tanto dinheiro Para poderem DOAR um bilhão de reais? Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, a rede esgoto é sua curriola midiática se esforça para manter vivo seu pré-candidato à presidência da República em 2022 – se é que vai ter eleições. O juizeco marreco de Maringá, aquele que foi o chefe dos procuradores do Ministério Público Federal do Paraná. Aquele que recebeu um Ministério, a promessa de uma vaga no STF e a garantia de uma pensão correspondente aos vencimentos de juiz para retirar das possibilidades eleitorais o candidato que venceria as eleições de 2018 no primeiro turno. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, o juizeco, chefe dos procuradores do Ministério Público Federal do Paraná, fica quase um ano e meio no governo do mentiroso, convivendo harmônica, pacífica, conivente e convenientemente com todas as maracutaias e com todas as boiadas que ali passam. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude assombrosa, a nação vai assistindo as diferentes autoridades, as mais diversas instituições públicas e latrinas, os representantes dos poderes da República a publicarem mensagens múltiplas de repúdio e a gravarem vídeos, entrevistas e “lives” manifestando sua “indignação” com o que está a acontecer, sem, contudo, tomar as ações que seriam de suas responsabilidades. Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Enquanto isso, nessa quietude, a cada dia mais vai se consolidando a quadrilha que se apropriou do Brasil. A cada dia mais do Brasil vai se transformando neste covil. A cada dia os grandes detentores do poder real transnacional mais se apoderam de nosso país, porteira fechada, com toda a nação  dentro,  e tudo. Bacana, né?
LITERALMENTE.
E PASSA A BOIADA!

Desculpem-me o desabafo!
Tá difícil demais ver esta boiada passando e a gente inerte.
Impávido colosso. Gigante pela própria natureza, mas deitado em berço esplêndido.

Passa a boiada, com o Supremo, com tudo. Com os milhares de generais e outros militares graduados ocupando cargos civis no governo do mentiroso, com as tênues desarmadas a assistir e a darem cobertura, com a conivência e cumplicidade dos poderes da República, com a cegueira deliberada da mídia igualmente conivente. E aí,  judiciário, polícia federal, ministério público federal? Tá tudo certo? Bacana, né? Literalmente.
E passa a boiada!

Conivência, conveniência e cumplicidade.
E passa a boiada! NOS DISTRAEM, NOS ATRAEM, NOS TRAEM, NOS SUBTRAEM E NOS DESTROEM.

E É ASSIM QUE SE PASSA A BOIADA!

gustavohorta.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: