“Aerococa” expõe ligação entre o golpismo e o tráfico internacional de drogas

10 abr

Voz Operária

Comitiva de Bolsonaro carregava quase 40kg de cocaína para o exterior.

No aeroporto de Sevilha, sul da Espanha foi apreendido nesta última quarta (26) na mala de um sargento da aeronáutica, identificado como Manoel Silva Rodrigues, aproximadamente 40 kg de cocaína. A Droga pertencia ao sargento da aeronáutica que era tripulante do avião oficial da FAB, modelo Embraer 190, que integra o comitiva oficial da presidência da República.

Em comunicado oficial, a Guarda Civil da Espanha responsável pela fiscalização em aeroportos confirmou que o militar, cujo o nome era mantido em sigilo pelo Ministério da Defesa e Força Aérea Brasileira, estava transportando 39 quilos de cocaína divididos em 37 pacotes individuais de sua bagagem de mão. Diz o porta-voz da polícia espanhola: “Em sua mala, havia apenas drogas”.

O general Augusto Heleno que é ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), acompanha a comitiva presidencial tinha certeza da impunidade. Lamentou…

Ver o post original 510 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: