QUE TAL PENSAR, NEM QUE SEJA UM POUQUINHO SÓ. TENTA, CARINHA, TENTA!

2 ago

20180802_133639

Nem pense que o bloqueio dos repasses federais para os governos estaduais populares de esquerda seja uma ação solitária do golpista temer cretino, presidente traidor e canalha.

Esta ação é comandada pelos golpistas e suas lideranças do PSDB, PMDB, DEM, PP, entre outros, que tentam, a todo custo, sabotar os governos que estão ao lado do Povo.

Esta quadrilha, que assumiu o comando do país a partir de um golpe de estado, derrubando uma democracia e um governo eleito pelo voto popular, vem agora se apresentar ao povo em candidaturas diversas tanto ao Senado quanto à presidência da República.

Aqui em Minas Gerais se apresentam como candidatos a uma das vagas do Senado o cheirador e chefe do tráfico Ah!É Sim, o Anastasia e o Mauro Tramonte. Como capitão do mato e Leão de Chácara, amigão do PCC (Primeiro Comando da Capital – facção criminosa que empregava o ministro do STF nomeado pela quadrilha), aparece o famigerado ladrão de merenda, ladrão do metrô e trens de SP, o doutor Chuchu, como candidato à Presidência da República, especialista em espancar trabalhadores, professoras e operários – mas ele é bom mesmo em roubar merenda das bocas das crianças das escolas estaduais de São Paulo.

Cara, se vocês, eleitores brasileiros em especial eleitores de Minas Gerais, elegerem essa gente de novo, vocês tem mais é que se foder. Que morram enrolados nas camisetas da CBF e com suas panelas bem vazias para que possam bater ou enfiar goela abaixo, para ficar só nisto.

Não vamos errar outra vez. Não vamos nos deixar enganar de novo. Não vamos nos deixar manipular. Não sejamos outra vez idiotizados.

Sejamos altivos. Vamos voltar a sonhar com Brasil livre e com o povo alimentado. Vamos voltar a sonhar com um país fora do mapa da miséria e da fome. É possível. Nós já vimos que tem jeito.

NÓS JÁ SABEMOS QUE O BRASIL É MUITO MELHOR QUE ESTE BRAZZIILL QUE ESTÁ QUADRILHA ESTÁ TENTANDO NOS MOSTRAR.

VOTE CERTO, CARA. NÃO SE DEIXE ILUDIR.

BASTA DE MANIPULAÇÃO, BASTA DE MENTIRAS, BASTA DE ENTREGAR NOSSO PAÍS AO ESTRANGEIRO, AOS AMERICANOS.

NÓS SÓMOS E PODEMOS CONTINUAR A SER UM POVO LIVRE, FORTE E UMA NAÇÃO GENEROSA COM TODOS.

gustavohorta.wordpress.com

Acho muito interessante que pessoas inteligentes ainda continuem se apegando a um ódio estranho e enraizado nos corações e mentes. Eu, particularmente, não consigo entender.

São tantas as evidências de que os caminhos conduzidos pelo golpe estão errados, mas alguns insistem em justificar que está tudo certo. Acho lamentável.

Mas não se engane nem se iluda, é o nosso ânus que está na roda da SURUBA sim, desafortunadamente.

Puto com que se passa em meu país, puto com o que estão fazendo com a nossa nação, mas estou feliz comigo mesmo e em paz com a minha consciência.

Enquanto houver cavalo, São Jorge não vai jamais andar a pé……Tentemos, com algum esforço, nos lembrar de quem são os caras que nos colocaram, e nos mantem, nesta penúria dos dias pós-golpe.

E no meio da farra, no centro da SURUBA comandada por estes cafetões e cafetinas, está o nosso ânus esculachado, esculhambado, escrachado e arregaçado.

gustavohorta.wordpress.com

Como é triste a ignorância e cruel a estupidez.
Como é infame a idiotice dos idiotas.

Enquanto houver cavalo, São Jorge não vai jamais andar a pé…

Centrão, a “bactéria” que o PSDB rejeitou e agora abraça –

https://www.cartacapital.com.br/revista/1014/centrao-a-bacteria-que-o-PSDB-rejeitou-e-agora-abraca

NÃO SEI NO MUNDO, MAS NO BRASIL O NEPOTISMO É A REGRA, DESDE O FUTEBOL, ARTISTAS, POLÍTICA E O CARAI-A-QUATRO.

QUE MERDA …

A velocidade na mobilidade social a partir de um estudo feito recentemente mostra que são necessárias em média 9 gerações para que alguém da classe mais baixa atinja pelo menos um nível de classe média baixa.

gustavohorta.wordpress.com

20180802_063827

Screenshot_20180726-134537

A droga do privatismo que nos assola

https://gustavohorta.wordpress.com/2018/08/01/a-droga-do-privatismo-que-nos-assola/

Para o presidente da Comissão de Estudos Tributários da OAB Ceará, Alexandre Goiana, privatizar parte dos serviços é algo comum, já existente em outros países. “Nós temos no Brasil um potencial de apostas muito grande nós estamos gerando uma receita em cima de algo que efetivamente é supérfluo que vai ser realmente atrativo para o governo. É algo que já é praticado no mundo todo, o Brasil não está inventando a roda em estar privatizando essas duas operações”, afirma.

Mas não é bem assim como os privatistas dizem e a imprensa que pertence aos grupos financistas imediatamente propala. Privatizar significa criar um “intermediário” na verdade um parasita que vai sugar o sangue de trabalhadores, aqueles que realmente executam o serviço, e repassar para nós, nas mãos do governo, um restinho. Se evitarmos o parasita, primeiro os trabalhadores podem ser melhor remunerados e até viver num ambiente de trabalho mais saudável porque a empresa pública pode funcionar dirigida pelos seus próprios empregados. Do ponto de vista econômico, evitar o parasita, significa que a receita líquida, retirados os gastos o que inclui a remuneração dos trabalhadores, vem para as nossas mãos, no cofre do governo. A única lógica do privatismo é da dominação do capital vadio sobre o poder na sociedade que eles apregoam como o Estado Mínimo que na verdade significa concentração de riqueza nas mãos dos que operam o chamado “mercado financeiro” que na verdade eles pretendem que seja o Estado.

A Matemática é simples, subtraímos os parasitas com seus lucros fáceis, reduzimos os impostos para todos nós na Sociedade com a parcela que ficaria no bolso dos parasitas que não costuma ser pequena. Observem o caso da “anel”, uma da privadas que nos assola no setor elétrico, e que, no Ceará, ficou no lugar da “coelce” que havia nos roubado a COELCE com o que perdemos nossa energia elétrica mais barata, os trabalhadores da COELCE, que quando pertencia ao Estado do Ceará, eram melhor remunerados, enquanto que os que trabalham para a “anel” são poucos e possivelmente pior remunerados, porque a privada de distribuição de energia elétrica suga o sangue de trabalhadores terceirizados reduzindo a sua responsabilidade patronal para uma pequeno grupo. Novamente, concentração de riqueza nas mãos de grupos que pertencem ao capital vadio na ânsia de arrebanhar o poder na sociedade que eles apregoam como o Estado Mínimo.

O caso desta privada “anel” é bem sintomático. Moro em Sobral e que vou relatar certamente tem exemplos semelhantes em outras regiões do Estado do Ceará ou em outros dos Estados que são incomodados com esta privada de distribuição de energia elétrica, um dos parasitas mais graves, entrou apenas para distribuir a energia que uma empresa pública produz alhures. Em Sobral, na saída para a Serra Grande, se erige um prédio duns 15 andares construído num terreno que antes pertencia à COELCE, quer dizer nosso. O prédio foi construído em tempo record, e não é sem razão, afinal a privada “anel” recolhe as contas de energia elétrica de cerca de 50 mil residências do município de Sobral, mensalmente, o que representa R$1.000.000,00 se calculados por baixo usando a tarifa mínima como se todos pagassem apenas R$20,00. A privada “anel” enfia no bolso, mensalmente, esta fortuna da qual retira uma pequena parte para pagar uma pequena turma de funcionários próprios e contratar uma privada para dar manutenção ao sistema elétrico da cidade o que ainda faz muito mal porque já tivemos vários apagões recentemente, afinal em vez de investir na produção de energia elétrica solar ela gasta o que recebe para criar um investimento próprio no ramo imobiliário como o prédio de 15 andares que é visível em Sobral.

A Matemática é simples, subtraímos os parasitas com seus lucros fáceis, reduzimos os impostos para todos nós na Sociedade com a parcela que ficaria no bolso dos parasitas. Mas eles tentam enganar com falácias do tipo de que a empresa privada é mais efetiva o que é uma mentira bem fácil de ser descoberta, visite qualquer agência dum banco privado, escolha um qualquer, e confirme as filas imensas nos terminais de atendimento eletrônico. Mas observe que você está analisando duas privadas, o banco privado e por trás dele a privada de telecomunicações que agora não vende apenas o sinal telefônico por via do qual vem a Internet em que se move o sistema bancário. A privada de telecomunicações também distribui o lixo da propaganda, concorre consigo mesma, porque ela também vende canais de televisão, por exemplo aqueles que nos aborrecem nas filas dos caixas dos supermercados quando também estão concorrendo com o sinal que demora ou algumas vezes caí nos terminais dos caixas dos supermercados. Então demoramos para ser atendidos nos bancos, nos supermercados ou em casa quando vamos procurar laser ou informação na Internet quando mais uma vez somos aborrecidos por uma propaganda que não solicitamos porque também somos forçados a acessar a Internet por intermédio de privadas. As privadas são uma doença ou malestar de insalubridade na Sociedade!

Eu nem vou ser muito exigente querendo que acabemos com as chamadas empresas privadas, que para mim seria o ideal, mas quero apenas que separemos o joio do trigo. Que retomemos as comunicações como empresa pública, esta sim, servindo a todos como um estrutura pública de comunicações, inclusive servindo às privadas como clientes, em pé de igualdade com o cidadão, mas em canal separado onde poderia circular este lixo que eles chamam de propaganda ou algumas vezes de marketing. De imediato teríamos um melhor atendimento nos terminais bancários que não estariam concorrendo, como agora, com imenso fluxo que corre todo junto num único canal. Seriamos as Universidades, o Ensino, melhor atendido numa rede educacional onde não haveria propaganda e nem pornografia ou outras lixos típicos do comércio de telecomunicações. Os banco poderiam estar dentro duma rede financeira, controlada pela empresa pública de comunicações, com muito maior segurança nas transações. O comércio ficaria com uma rede comercial, também vendida pela empresa pública que seria o hub de intercomunicação entre todas as redes. Num passe de mágica teríamos uma Internet melhor para todas, até mesmo para as empresas privadas.

O privatismo, que carrega consigo a falácia do Estado Mínimo, somente nos trás prejuízos.

20180802_133704.png

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: