Realidade brasileira desmente Banco Mundial, “porta-voz do capital”

9 mar

#LULALIVRE

“Canalha, canalha, canalha”: a homenagem de Requião a Aécio fica para a história. Por Kiko Nogueira
> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/08/31/canalha-canalha-canalha-a-homenagem-de-requiao-a-aecio-fica-para-a-historia-por-kiko-nogueira/

“Com a contundência que lhe é peculiar, Roberto Requião foi direto ao coração da besta em seu último pronunciamento no julgamento do impeachment.“Não pretendo, nesta sessão, moderar a linguagem ou asfixiar o que penso. Não vou reprimir a indignação que me consome. ‘Canalha! Canalha! Canalha!’”, falou.

Requião não se dirigiu nominalmente a ninguém, mas não precisou.

No plenário, Aécio Neves, ao lado de Antonio Anastasia, sabia que era para ele. O câmera da TV Senado também. Teve a gentileza de focalizar Aécio mais adiante no discurso, escarrapachado na poltrona, visivelmente desconfortável……”

Blog do Renato

Depois de ter sugerido o fim do ensino superior gratuito, o Banco Mundial agora defende reduzir os salários no Brasil e abrir ainda mais a economia do país para o capital e o comércio internacionais. Segundo a entidade, o salário mínimo brasileiro é “alto” e incentiva a informalidade. Para Leda Paulani, professora de economia da USP, o argumento não se sustenta, e a própria realidade o desmente.

Por Joana Rozowykwiat

 

Leda Paulani lembra que a política de valorização do salário mínimo permitiu ao país melhorar a distribuição de renda em curto espaço de tempo. Leda Paulani lembra que a política de valorização do salário mínimo permitiu ao país melhorar a distribuição de renda em curto espaço de tempo.

“As restrições das leis trabalhistas às empresas e o alto (e crescente) valor do salário mínimo têm o potencial de limitar as oportunidades de trabalho formal – principalmente para os jovens em busca de emprego”, diz o relatório “Emprego e Crescimento – A Agenda da Produtividade”, lançado na última quarta-feira (7) pelo Banco Mundial.

Fixado…

Ver o post original 1.233 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: