TÃO POUCO, TÃO PEQUENO. TÃO NADA.

20 jan

Lá vai a noite, alta. Deita-se na cama, rola de um lado para o outro, tenta dormir. Rola para lá, rola para cá. Enrola. A cama esquenta. Finge dormir.

Passa um tempo, abre os olhos e se levanta.

Vai para rede na varanda. Encosta-se. Deita-se na rede e olha para o céu. Um firmamento escuro, cheio de estrelas, polvilhado de estrelas.

IMG-20180120-WA0010Muitas estrelas, tanto céu. Tantas estrelas, muitas. Tanto céu, tão grande, tão negro, tão azul, marinho, tão escuro. Nada de lua naquela noite, nada de lua hoje. 

Simples e pequeno. Sente-se pequeno. Tão pequeno. Tão nada. Então nada. Tão nada, tão pequeno.

Imaginava-se maior.

Imaginava se podendo, podendo o que não pode. Querendo o que não pode. Fazendo o que não pode. Podendo o que nem tanto quer. Podendo e não quer tampouco.

Tão pouco, tão pequeno, tão nada. 

Olha, contempla, espera. E espera mais do que acredita poder. Espera mais do que acredita ser. 

Esperança vazia. Tão vazia. Esperança sem nada, tão sem saber, sem futuro e a esperar. Esperança vazia, sem nada.

Olha para o céu, se vira na rede, enrola-se ali mesmo. As costas lhe doem. Tenta dormir. Finge dormir, busca sonhar. Sonhar com a esperança vazia de nada. Sonhar com poder e querer. Sonhar, tenta sonhar.

Acorda. A corda. A corda envolve-lhe o pescoço.  A corda envolve-lhe o pescoço como um cabresto envolve o focinho da besta. Sente-se encabrestado. Um besta.

Sente-se preso e olha para o céu. Percebe-se surpreso. Percebe-se sem pressa. 

E olha para o céu, tão grande, tão belo, tão escuro, tão negro. O céu tão estrelado. E ele ali, tão pequeno, tão nada.

Ele dorme. Ele, com a dor, dorme. Ele adormece. Ele dorme e ele sonha. O sonho é bom.

gustavohorta.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: