Não podem perceber a guerra no horizonte?

7 dez

> https://gustavohorta.wordpress.com/2017/12/07/nao-aprendemos-nada-nos-ultimos-100-mil-anos/

Pelo jeito nossa baixa capacidade cognitiva, que de forma sistemática conduz a humanidade ao não aprendizado, também nos levará a um novo conflito Mundial.

O liberalismo acabou por se transformar em um verdadeiro inferno que atormenta os corações e mentes e estimula a que tudo seja permitido para assegurar ganhos, lucros e rendimentos.

Perdeu-se no mundo o equilíbrio entre as diferentes doutrinas econômicas. Hoje todos são capitalistas. Hoje vale tudo.

As outras espécies de seres vivos já padecem há bastante tempo sob as botinas desse sistema econômico.

Muitos povos da própria espécie humana vem sendo destruídos e dilapidados, década após década, sempre para favorecer o ímpeto ganancioso sem fim dos ganhos a todo custo.

A idade contemporânea mostra-se como o tempo em que tudo vale e no qual ninguém vale nada. Só existe o dinheiro e tudo gira ao seu redor.

Conseguimos finalmente criar o verdadeiro inferno. Como Dante esteve errado ao apresentar na Divina Comédia sua visão do inferno. A comunidade capitalista criou seu próprio inferno. E os senhores do capital, as corporações internacionais e multinacionais, são os demônios a chicotear e espetar os demais que agora purgam.

Muitos e tantos a acreditar que também poderão ter poder para igualmente humilhar e massacrar.
Uma merda.

A humanidade criou os seus demônios, os instalou confortavelmente no inferno e padecerá sob o poder dos mesmos.
Uma merda.

gustavohorta.wordpress.com

Não podem perceber a guerra no horizonte?

> https://dinamicaglobal.wordpress.com/2017/12/07/nao-podem-perceber-a-guerra-no-horizonte/


De acordo com notícias da imprensa britânica, o Presidente russo, Vladimir Putin, deu ordem às indústrias russas para se prepararem de modo a 
poderem mudar rapidamente para uma produção de guerra.
Claro que o governo russo não faria tal anúncio a não ser que estivesse convencido de que a perspectiva da guerra com o Ocidente fosse real. Há já algum tempo, que tenho salientado nas minhas colunas que, a consequência das acções hostis há alguns anos, levadas a cabo por Washington e pelos seus vassalos europeus, contra a Rússia, conduziam à guerra.É fácil perceber que o enorme complexo militar/ segurança dos EUA precisa de um inimigo convincente para justificar o seu enorme orçamento, que os alucinados neoconservadores colocam a ideologia fantasiosa de uma hegemonia mundial dos EUA acima da vida do planeta, e que Hillary e a Comissão do Partido Democrata Nacional farão qualquer coisa para derrubar a vitória presidencial de Trump.
No entanto, é difícil compreender por que motivo os líderes políticos europeus estão dispostos a colocar os seus países em risco a fim de beneficiarem Washington.
No entanto, fazem-no. Por exemplo, em 13 de Novembro, a Primeira Ministra do Reino Unido, Theresa May, disse que a Rússia era uma ameaça à segurança internacional e que estava a interferir nas eleições europeias e a piratear informaticamente os governos europeus. Não há provas para essas reivindicações como não há para o “Russiagate”.
No entanto, as alegações continuam e multiplicam-se. Presentemente, a União Europeia está a coordenar as antigas províncias da União Soviética – Bielorrússia, Moldávia, Ucrânia, Geórgia, Arménia e Azerbaijão – numa “Parceria Oriental” com essa mesma União Europeia.

 

Por outras palavras, o Ocidente está a coordenar abertamente as antigas províncias de Moscovo contra a Rússia, que é declarada pela primeira ministra, Teresa May como sendo um “Estado hostil”. A Rússia sabe que não há fundamentos para essas alegações e considera-as idênticas às alegações falsas contra Saddam Hussein, Gaddafi e Assad para justificar os ataques militares contra o Iraque, Líbia e Síria. Tendo convencido a Rússia de que ela está a ser encarada como um alvo a atacar, a mesma está a preparar-se contra a guerra.

Pensem nisto durante um momento. O mundo está a ser conduzido ao Armageddon, simplesmente porque o complexo militar/segurança, corrupto e ganancioso, precisa de um inimigo para justificar o seu enorme orçamento, porque Hillary e o DNC não podem aceitar uma derrota política e porque os neoconservadores têm a ideologia da Supremacia Americana.

Qual é a diferença entre a detestada Supremacia Branca e a Supremacia Americana que o próprio Presidente Obama aprovou? Por que motivo a supremacia branca é terrível e a Supremacia Americana é uma dádiva oferecida a este país “excepcional” e “indispensável”?

O governo russo partilhou abertamente a sua preocupação pelo facto de a Rússia estar a ser considerada um alvo para ataques militares. Tal como eu e mesmo a CNN, o New York Times e o Washington Post, relataram, o Vice-Comandante do Comando de Operações Militares russas declarou publicamente a preocupação de que Washington esteja a preparar um ataque nuclear surpresa contra a Rússia.

O Presidente Putin chamou a atenção, recentemente, para a recolha de DNA russo, a mando de Washington e levada a cabo por um laboratório de armamento da Força Aérea dos EUA, o que implica o desenvolvimento de uma arma biológica específica contra a Rússia.

Em muitas ocasiões, a Rússia chamou a atenção para as bases dos EUA e da NATO nas suas fronteiras, apesar das garantias anteriores das administrações dos EUA de que tal situação nunca iria acontecer.

 

Temos de nos interrogar:

Por que razão é que este assunto não é o principal ponto de discussão pública e política – de que Washington convenceu a Rússia de que ela, um poder nuclear e militar de primeiro grau, vai ser atacada?

Em vez disso, ouvimos falar de jogadores de futebol que se ajoelham ao escutar o hino nacional, notícias falsas sobre Russiagate, um tiroteio em Las Vegas, etc.

Também devemos nos interrogar:

Durante quanto tempo Washington vai permitir que qualquer um de nós, através da Internet, relate notícias verdadeiras em vez das falsas que Washington divulga, para controlar as explicações?

O esforço do presidente da Comissão Federal de Comunicações para destruir a neutralidade da rede e outros esforços em curso para desacreditar as notícias verdadeiras, pois que a propaganda russa indica que Washington concluiu que, para lançar a guerra contra a Rússia, Washington também deve lançar a guerra contra a verdade.

https://www.globalresearch.ca/the-fccs-order-is-out-it-will-end-net-neutrality-and-break-the-internet-weve-read-it-and-heres-what-you-need-to-know/5619857

https://www.globalresearch.ca/selected-articles-good-bye-to-net-neutrality/5620061

Washington não vai sobreviver à sua guerra, nem os povos americanos, nem os europeus.


Autor: Paul Craig Roberts
Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com

Dinâmica Global

Ver o post original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: