#MORO

2 ago

““EXCLUSIVO: OS DOCUMENTOS DO EXÉRCITO PEDINDO A EXPULSÃO DE BOLSONARO DA ESCOLA DE OFICIAIS APÓS PLANO TERRORISTA””

https://gustavohorta.wordpress.com/2017/08/02/exclusivo-os-documentos-do-exercito-pedindo-a-expulsao-de-bolsonaro-da-escola-de-oficiais-apos-plano-terrorista/

“Dos 11 inquéritos, ações penais, mandados de injunção e petições sobre o deputado federal Jair Bolsonaro que estão ou já passaram pelo Supremo Tribunal Federal (STF), nenhum foi mais explosivo e preocupante para suas pretensões políticas do que o julgamento no dia 16 de junho de 1988 no Superior Tribunal Militar (STM).[…]”

“…O imposto sobre a Gasolina e o Diesel pesam mesmo é para a população mais pobre e para a classe média. O Governo entronizado pelo golpe, primeiro cortou e congelou recursos para a área social (Educação,Saúde e Previdência) por 20 anos. Depois foi encerrando programas como o PRONATEC, reduzindo programas como o Bolsa Família, o FIES, o PROUNI e o Ciência Sem Fronteiras entre outros. Agora, além de tirar estes programas dos pobres e da Classe média, o Governo pisoteia sobre ambas as classes, aumentando impostos e nada acontece, sinalizando uma aceitação tácita da Classe Média e uma submissão estarrecedora de pobres que já haviam deixado se ser pobres durante os 12 anos do Governo do PT e agora voltam a extrema pobreza. Por que é assim? Talvez por que não ninguém apresenta um projeto claro e compreensível para que esta massa se mobilize e lute para recuperar direitos que…”

“GOVERNO COMEMORA FALTA DE MOBILIZAÇÃO POPULAR CONTRA AUMENTO DE IMPOSTOS”

https://gustavohorta.wordpress.com/2017/07/30/governo-comemora-falta-de-mobilizacao-popular-contra-aumento-de-impostos/

19260535_1594345010599852_7609967129700941965_n

#MORO

https://eugenioblogwordpress.wordpress.com/2017/08/02/moro/

O Lacerda 2.0
POR FERNANDO BRITO · 01/08/2017

Dizem que a velhice é a volta da infância e olhe que acabo me convencendo disso.
Era guri e ouvia falar, nas conversas mais picantes – quase doces, comparadas às de hoje – nas “mal-amadas do Lacerda”.

coxinha Traidores da Patria 297Eram senhoras que, na falta do que fazer, dedicavam suas existências vazias a criticar os outros, a criar demônios – mesmo que fossem simples guris da vila em que eu morava – para justificar os males do mundo.

Claro que, para haver mal amadas, era preciso também haver os maus amantes, porque são condição necessária para a frustração que cozinha vidas sem sentido, senão o do ódio.

Não deu para fugir da identificação, hoje, ao ler a reportagem da Folha sobre as senhoras que festejavam, em Curitiba, o aniversário de 45 anos do Varão de Plutarco da Justiça brasileira.

Teve coxinha no aniversário do juiz federal Sergio Moro, que nesta terça (1º) completou 45 anos. Cerca de 20 apoiadores do magistrado se reuniram em frente ao prédio da Justiça Federal de Curitiba para cantar parabéns para o responsável pela Operação Lava Jato.

A festinha tinha início marcado para às 17h30, mas atrasou meia hora por conta do salgadinho que demorou a chegar. O petisco era essencial no evento. “Simbolicamente, os coxinhas estão com ele (Moro)”, disse uma manifestante, segurando uma caixa de papelão com os acepipes.

Também teve bolo. Dois, um deles com o rosto do magistrado estampado em meio a uma bandeira do Brasil. Os manifestantes entregaram o bolo para os seguranças do prédio, que prometeram que ele chegaria até o gabinete de Moro.

A Folha perguntou à assessoria do tribunal se a guloseima realmente chegou até a sala do juiz, mas não obteve resposta. Moro, no dia em que comemorou o 45º ano, aceitou a denúncia do Ministério Público Federal e tornou Lula réu no caso do sítio de Atibaia. No lado de fora do prédio, os autodenominados “coxinhas” soltaram bexigas verdes e amarelas com o número 45.

As coincidências, como se sabe, são mera semelhança.

http://www.tijolaco.com.br/blog/o-lacerda-2-0/Moro e suas fãs no niver

coxinha Traidores da Patria 371

Título do site

#Golpe
O Lacerda 2.0
POR FERNANDO BRITO · 01/08/2017
Dizem que a velhice é a volta da infância e olhe que acabo me convencendo disso.
Era guri e ouvia falar, nas conversas mais picantes – quase doces, comparadas às de hoje – nas “mal-amadas do Lacerda”.

Eram senhoras que, na falta do que fazer, dedicavam suas existências vazias a criticar os outros, a criar demônios – mesmo que fossem simples guris da vila em que eu morava – para justificar os males do mundo.

Claro que, para haver mal amadas, era preciso também haver os maus amantes, porque são condição necessária para a frustração que cozinha vidas sem sentido, senão o do ódio.

Não deu para fugir da identificação, hoje, ao ler a reportagem da Folha sobre as senhoras que festejavam, em Curitiba, o aniversário de 45 anos do Varão de Plutarco da Justiça brasileira.

Teve coxinha no aniversário do…

Ver o post original 195 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: