E A SAGA CONTINUA… AQUI OU ALI, SE É DO PCCSDBosta, SE É DA DIREITA OLIGÁRQUICA, FASCISTA E ESCRAVOCRATA, TUDO BEM!

2 dez

coxinha-traidores-da-patria-297E A SAGA CONTINUA…

AQUI OU ALI, SE É DO PCCSDBosta, SE É DA DIREITA OLIGÁRQUICA, FASCISTA E ESCRAVOCRATA, TUDO BEM!

TEM MAIS UM MONTE DE MATÉRIAS. SÓ DAR UMA BUSCA EM “de quem é a droga no helicóptero do Perrella?”. INFELIZMENTE, NOSSA POLÍCIA FEDERAL NÃO TEVE COMPETÊNCIA PARA RESPONDER À PERGUNTA USADA PARA A PESQUISA…

ESTRANHO, NÉ NÃO?

Ué, de quem era a cocaína do helicóptero dos Perrella, amigos do Ah! É Sim!?

“…Os agentes da DEA contaram ao juiz que, assim como o México é a rota da droga para os Estados Unidos, o Brasil se transformou no principal corredor da cocaína exportada para a Europa, e assim como no México o tráfico de drogas alimenta a política, no Brasil não seria diferente, e essa especulação que envolve o nome do Senador Aécio Neves, “os interessa e muito”! …”

coxinha-traidores-da-patria-vomitandoE LÁ SE VAI O BANCO DO BRASIL, LÁ SE VAI A CAIXA, LÁ SE VAI O PRÉ-SAL, LÁ SE VAI A PETROBRAS, LÁ SE VÃO OS DIREITOS TRABALHISTAS, LÁ SE VAI A PREVIDÊNCIA, LÁ SE VAI A NOSSA DEMOCRACIA … LÁ VEM O BRASIL DESCENDO A LADEIRA…

coxinha-traidores-da-patria-vomitando2E TODO MUNDO QUIETINHO ESPERANDO UMA MILAGRE DIVINO!
APAPORRA!

Gustavo Perrella, do helicóptero com cocaína, é nomeado para o Ministério do Esporte

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/dono-de-helicoptero-apreendido-com-cocaina-e-nomeado-no-ministerio-do-esporte/

Ex-deputado estadual Gustavo Perrella assume cargo de Secretário Nacional de Futebol; ele empregava em seu gabinete, na Assembleia de Minas, o piloto que foi flagrado no helicóptero da família Perrella com 445kg de cocaína

por Mateus Coutinho, Julia Affonso e Fausto Macedo

e-a-saga-do-helipoptero-continua

Helicóptero da família Perrella

“O ministro do Esporte Leonardo Picciani (PMDB) nomeou nesta sexta-feira o ex-deputado estadual em Minas Gustavo Perrella, que ficou famoso em todo País após um helicóptero de sua empresa ser apreendido pela Polícia Federal com 445 kg de cocaína em 2013, para o cargo de Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor.

Na ocasião, o piloto do helicóptero, que foi detido em flagrante, era funcionário do gabinete de Gustavo Perrella na Assembleia de Minas e foi exonerado após o episódio. Além disso, o então deputado mineiro utilizou R$ 14 mil de sua verba indenizatória para abastecer a aeronave, que foi devolvida à empresa da família Perrella por decisão da Justiça Federal, em agosto de 2014.

Gustavo Perrella chegou a ser investigado pela Polícia Federal, que concluiu que ele não teve envolvimento com o tráfico de drogas, poi o piloto teria pego a aeronave sem o conhecimento da família. A apreensão do helicóptero foi parte de uma operação da PF que revelou uma organização criminosa comandada por empresários brasileiros era responsável pelo transporte de cocaína das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) da Venezuela para Honduras, onde toneladas da droga eram entregues aos cartéis mexicanos de Sinaloa e Los Zetas.

O grupo comprava códigos de identificação do controle aéreo venezuelano que, assim, deixava de abater o avião. Cada voo pagava até US$ 400 mil de propina a militares da Venezuela.

Gustavo Perrella é filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), um dos representantes da bancada da bola no Congresso. …”

EXCLUSIVO: PILOTO DO “HELICOCA” ESTÁ LIVRE E DANDO AULAS EM SP

Exclusivo: piloto do ‘helicoca’ está livre e dando aulas em SP.

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/exclusivo-piloto-do-helicoptero-de-perrella-pego-com-445-kg-de-coca-esta-livre-e-dando-aulas-em-sp/

coxinha-traidores-da-patria-359

“Enquanto a Policia Federal segue nas ações espetaculares, com delegados e agentes efetuando prisões e realizando diligências em Brasília acompanhados de fotógrafos e cinegrafistas, o caso do Helicoca continua sem nenhuma punição. O Ministério Público Federal pediu a absolvição do empresário Élio Rodrigues, dono da fazenda no Espírito Santo onde o helicóptero do senador Zezé Perrella fez o pouso com 445 quilos de cocaína, em novembro de 2013.

O pedido de absolvição ocorreu depois que o Tribunal Federal da Segunda Região mandou devolver o helicóptero à família Perrella, anulando decisão do juiz de primeira instância, que queria o confisco, com base na lei de combate ao tráfico. Segundo a legislação, bens usados usados no preparo, transporte ou venda de drogas devem ter sua propriedade transferida ao Estado.

A participação do senador Zezé Perrella foi sumariamente descartada pela PF neste caso, alguns dias depois do flagrante, e com isso o Tribunal entendeu que não seria justo deixá-lo sem o helicóptero. Os policiais federais também desistiram de investigar o local onde a aeronave, vinda do Paraguai com a droga e a caminho do Espírito Santo, pousou e deixou a mercadoria guardada por uma noite.

O local é em Jarinu, na Grande São Paulo, e segundo um dos pilotos fazia parte de um hotel fazenda. No dia seguinte, o helicóptero voltou para lá e recarregou a cocaína, menos duas sacolas, com 50 quilos de droga, que ficaram.

Apesar de a delegada que assina relatório do inquérito recomendar investigação dos proprietários do local, que poderiam ser os verdadeiros donos da cocaína, não se tem notícia no processo de que algo tenha sido feito nesse sentido.

No processo que tramita em Vitória, capital do Espírito Santo, sobraram quatro pessoas para ir a julgamento: os dois pilotos, além de um jardineiro e um pequeno empresário de Araruama, Rio de Janeiro, os dois que aguardavam em solo para ajudar a descarregar a droga, colocá-la em um carro e levá-la para um ponto, de onde, ao que o inquérito indica, seguiria para a Europa.

O julgamento deve ocorrer em junho, mas dificilmente haverá prisões após a sentença, ainda que alguém seja condenado, já que caberá recurso.

Depois que foram presos em flagrante, em novembro de 2013, os quatro homens acusados de tráfico permaneceram seis meses na prisão. Há um ano, foram soltos depois que o procurador do caso levantou a hipótese de farsa da Polícia Federal, que teria efetuado as prisões com base numa escuta clandestina. Por conta disso, os advogados de defesa querem anular o processo.

Enquanto aguarda em liberdade, um dos pilotos voltou a voar, e até dá aulas para quem quer pilotar helicóptero. Alexandre José de Oliveira Júnior, que aparece no inquérito da Polícia Federal como o piloto que organizou a viagem que trouxe a droga do Paraguai, assina como testemunha um contrato de aulas de voo, celebrado entre um aluno e a escola Unifly Heicópteros, que opera em Arujá, na Grande São Paulo.

Quem assina como representante legal da escola é Airton Ginez Dantas, mas, segundo o aluno, todas as tratativas foram feitas com o próprio Alexandre. “Ele falava como se também fosse dono da empresa”, conta o aluno.

O contrato foi assinado no ano passado, mas, sem a realização das aulas, o aluno temeu que pudesse estar sendo vítima de um golpe, pesquisou na internet o nome deAlexandre e descobriu sua relação com o Helicoca.

Depois de um período sem aulas, o piloto do Helicoca retomou a rotina de ensino, voa com frequência e até posta as fotos no Facebook. Em sua página, Alexandre publicou um vídeo em que sobrevoa o bairro do Tatuapé, em São Paulo.

Alexandre tem hoje três helicópteros: um Robinson 44 e dois Robinson 22. O helicóptero de Perrella, que ele usou para buscar cocaína no Paraguai, é um Robinson 66. Na velocidade de seus negócios, livre e solto, Alexandre ainda chega lá. Quem o conhece não tem dúvida disso.”

Dono de helicóptero apreendido com cocaína assume no Ministério do Esporte

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/dono-de-helicoptero-apreendido-com-cocaina-assume-no-ministerio-do-esporte/

“Gustavo Perrella, filho do senador Zezé Perrella, ficou conhecido nacionalmente em 2013, quando um helicóptero de sua empresa foi apreendido pela Polícia Federal transportando 445 quilos de cocaína. O então deputado estadual não foi incluído na denúncia do Ministério Público”

“Filho do senador Zezé Perrella (PTB-MG), o ex-deputado estadual Gustavo Perrella é o novo secretário nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor. A nomeação foi publicada na edição dessa sexta-feira (17) do Diário Oficial da União. A pasta é chefiada pelo ex-líder do PMDB na Câmara Leonardo Picciani (RJ).

Gustavo Perrella, de 33 anos, ficou conhecido nacionalmente em 2013, quando um helicóptero de sua empresa foi apreendido pela Polícia Federal no Espírito Santo transportando 445 quilos de cocaína. Preso em flagrante, o piloto, que trabalhava para o então deputado estadual, foi processado por tráfico de drogas, juntamente com outros três acusados.

O filho do senador não foi citado na denúncia. Para a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, não havia indícios de que Gustavo soubesse que a droga estava sendo transportada no helicóptero de sua empresa. A decisão de inocentar o parlamentar estadual causou polêmica e protestos em frente à Assembleia Legislativa.

Delegado diz que Gustavo Perrella não tem ligação com cocaína

…”

Acusados de transportar cocaína no helicóptero de Perrella são soltos

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/04/08/acusados-de-transportar-cocaina-no-helicoptero-de-perrella-sao-soltos.htm

  • Divulgação/Polícia Federal no Espírito Santo

    Imagem do dia da apreensão mostra o helicóptero do deputado Gustavo Perrella

    Imagem do dia da apreensão mostra o helicóptero do deputado Gustavo Perrella

A Justiça Federal no Espírito Santo determinou nesta segunda-feira (7) que os quatro acusados de tráfico de drogas, que foram presos transportando cocaína no helicóptero do deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade-MG), em 24 novembro do ano passado, sejam soltos para responder o processo em liberdade. O helicóptero continuar em poder do governo capixaba.

O piloto da aeronave Rogério Almeida Júnior, o copiloto Alexandre José de Oliveira Júnior e os carregadores Robson Ferreira Dias e Everaldo Lopes de Souza foram presos em flagrante transportando a droga, em zona rural do município de Afonso Cláudio (ES) (138 Km de Vitória). De acordo com a denúncia, os envolvidos buscavam cocaína rotineiramente no Paraguai e recebiam R$ 50 mil por cada viagem em que transportavam a droga.

A reportagem do UOL não localizou os advogados dos acusados para comentar a soltura de seus clientes.

O piloto Almeida Júnior era homem de confiança de Perrella e, inclusive, tinha cargo de confiança na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, à época de sua prisão. Os quatro são acusados de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Perrella, filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), sócio da empresa proprietária do helicóptero, não foi citado na denúncia.

O MPF (Ministério Público Federal) pode recorrer da decisão que liberou os acusados. 

PF faz operações contra tráfico de drogas

Durante as investigações, que já duram um ano [em abr/2014; hoje já se vão mais de 3,5 anos – não deu mesmo em nada, né não?], foram apreendidos cerca de 4.327 kg de cocaína, 5.210 kg de maconha, mais de R$ 1 milhão, além de armas, munições, veículos e uma aeronave.”

psdbosta-28

TEM MAIS UM MONTE DE MATÉRIAS. SÓ DAR UMA BUSCA EM “de quem é a droga no helicóptero do Perrella?”. INFELIZMENTE, NOSSA POLÍCIA FEDERAL NÃO TEVE COMPETÊNCIA PARA RESPONDER À PERGUNTA USADA PARA A PESQUISA…

ESTRANHO, NÉ NÃO?

coxinha-golpista-28

 

Anúncios

5 Respostas to “E A SAGA CONTINUA… AQUI OU ALI, SE É DO PCCSDBosta, SE É DA DIREITA OLIGÁRQUICA, FASCISTA E ESCRAVOCRATA, TUDO BEM!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: