A PEC 241, a contrarreforma neoliberal e a Tragédia de Prometeu

19 out

Blog da Boitempo

giovanni-alves-pec-241 Ato contra a PEC 241 no Rio de Janeiro segunda-feira, dia 17/10/2016. Cerca de 5 mil pessoas. Foto de Erick Dau, para o The Intercept Brasil.

Por Giovanni Alves.

A mitologia grega representa um precioso acervo de imagens simbólicas da condição humana sob o domínio do capital, força estranha que nos sujeita aos desígnios dos deuses. Ao utilizarmos a figura mitológica de Prometeu, buscamos resgatar a imagem das (im)possibilidades de desenvolvimento humano nas condições históricas do capitalismo global do século XXI. Na verdade, Prometeu é a representação mitológica da potência humana. Prometeu (em grego: Προμηθεύς, “antevisão”), na mitologia grega é o titã, defensor da humanidade, conhecido por sua astuta inteligência, responsável por roubar o fogo de Héstia e o dar aos mortais. Zeus temia que os mortais ficassem tão poderosos quanto os próprios deuses, teria então punido-o por este crime, deixando-o amarrado a uma rocha por toda a eternidade enquanto uma grande…

Ver o post original 5.846 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: