Opinião – Direito que se derrete em silêncio: de Vyshinsky a Deltan

19 set

Para você saber. Se você quiser saber…

SURUBA, ORGIA, BORDEL. ASSIM SE PODE ENTENDER O BRAZIL DE HOJE, PÓS-GOLPE.
> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/06/02/suruba-orgia-bordel-assim-se-pode-entender-o-brazil-de-hoje-pos-golpe/

E CONTINUA A SACANAGEM EM ABUNDÂNCIA E DESCARADA!

QUE MORAL TEM A QUADRILHA LÁ DO CONGRESSO PARA AFASTAR A PRESIDENTE? ESTUPRANDO A NAÇÃO BRASILEIRA, COM FORÇA E SEM VERGONHA OU PUDOR! ESTUPRARAM, ESTUPRAM E TÊM O APOIO DO JUDICIÁRIO, IGUALMENTE GOLPISTA E CANALHA!

APAPORRA!!

Naquelas torres gêmeas do planalto central, um foro nacional, dito de representação do povo e da nação… Que nada! Casa do povo é o carai! É uma putaria, mas os ânus são sempre os nossos. Uma orgia, uma suruba, um bacanal e a gente só entra de ré, já arregaçados, estuprados, fodidos. O bacanal não só não acabou como abriu muitas filiais! Muita orgia no bordel Brazil! E o que é o pior? O ânus é sempre o nosso, esculachado, esculhambado, arregaçado, escrachado.

Milton Alves

Deltan Dallagnol, mestrado em Harvard, pregador religioso batista, surfista que viaja para Indonésia para buscar ondas perfeitas, procurador da República, 36 anos, tido como estudioso da “operação mãos limpas”, tem uma obsessão. É o que informam os seus colegas e celebram os jornalistas que lhe admiram: combater a corrupção no país. O que lhe diferencia, porém, não é esta obsessão. Ela é comum a milhões de brasileiros, servidores públicos, trabalhadores e empresários, membros do Judiciário, políticos de vários partidos e cidadãos comuns, que lutam todos os dias pela sobrevivência. O que lhe diferencia é a sua visão ideológica fundamentalista, o seu messianismo provinciano e a sua tendência ao autoritarismo de caráter fascista.

Resultado de imagem para fotos deltan dallagnol no templo

Por Tarso Genro*

O espetáculo que o Procurador Dallagnol promoveu, recentemente, através de uma verborragia delirante, lamentavelmente nada tem a ver com o combate à corrupção. Muito menos com o “devido processo legal”, numa sociedade civilizada. Tem a ver…

Ver o post original 1.650 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: