Carta aberta ao STF: houve crime de responsabilidade?

12 set

É mesmo ducarai!!!

APAPORRA SAPORRA!
> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/08/23/apaporra-saporra/

“Desde menino ouvi dizer, e aprendi, que chapéu de trouxa é marreta. Que se dormir distraído, pode acordar com um pé de mesa…

E a cada dia mais isto se confirma, Olha só.

Naquele antro da quadrilha que costumamos chamar de congresso, as coisas acontecem de uma forma muito diferente e complexa. Pode-se dizer, em mais um eufemismo, peculiar.

Ali estão os caras que fazem a leis.

Ali estão os caras que vivem em uma situação particular, somente possível para quem está acima da cidadania e dos escrúpulos dos mortais comuns.

Eles roubam, eles corrompem, eles enganam, eles iludem, mentem e os ‘carai’ a quatro, eles fazem as leis, eles julgam, eles mesmos absolvem, ou condenam. Vai da conveniência deles.

Surreal. Nem Salvador Dali poderia conceber algo mais surreal.

E os caras discursam, cinicamente, que ninguém está acima da lei, que ninguém pode cometer crimes e ficar impune, que apaporra daporra e, de novo, os ‘carai’ a quatro.

Queopariu!!
Que merda, né não?

APAPORRA SAPORRA!”

Em tempo, #FORATEMER e, é claro, #FORACUNHA

BLOG DOS SERVIDORES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

12.09.2016
Do portal da AGÊNCIA CARTA MAIOR
Por Jeferson Miola

Se o STF lavar as mãos ante o que pode ser uma violência contra o Estado de Direito, estará contribuindo para a emergência de um regime de exceção. 

Edilson Rodrigues / Agência Senado

Senhoras Juízas e senhores Juízes do Supremo Tribunal Federal:
 
Neste ano de 2016, a democracia e a segurança jurídica do país estão sendo gravemente atacadas.
 
O impeachment da Presidente do Brasil, iniciado naquela sessão da Câmara dos Deputados de 17 de abril que horrorizou o mundo, angaria crescente desconfiança na população brasileira e em toda a comunidade internacional.
 
O esforço retórico para caracterizar o impeachment como um processo regular à luz da nossa Constituição, unicamente porque observou a liturgia formal, não consegue, todavia, aplacar a desconfiança que assoma a consciência democrática brasileira e mundial.

O rito formal, em um processo jurídico-político como o impeachment, é um imperativo para o…

Ver o post original 642 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: