Outono, começa o renascimento?

22 abr

O ano é 2015. O mês é abril. É final de verão e início de outono. As folhas começam a cair. Parece mesmo que a natureza se prepara para uma nova geração, revitalizada por uma nova florada que com a primavera virá, após a dormência do inverno.

Mas não é sobre nada disto que eu quero falar. Observo que, cá entre nós, também há um outono. As máscaras caem. outonoTodo dia cai uma e caem muitas. E com que frequência elas caem!

Contudo, os manipuladores de plantão tratam de minimizar, tratam de dizer que não é nada disso, tratam de dizer que “o que é que tem”? Tratam de dizer que o problema que assola o país é o governo petralha, um governo que, “pela primeira vez na história deste país”, investiga os cretinos corruptos e ladrões e, também pela primeira vez neste pobre país, está voltado ás necessidades básicas de nosso povo.

Os manipuladores de plantão, não tendo nada a dizer, às vezes se calam e outras vezes encontram alguma pedra para atirar, tentando escarafunchar ou mesmo inventando.

E como são criativos! E como há ecos solidários!

Se não têm pedra, inventam sem o menor escrúpulo e, sobretudo, com a certeza de que nada vai acontecer quando são, ou forem, descobertos. Muitos manipuladores estão por aí afora, produzindo, ou pelo menos tentando produzir, idiotas idiotizados como nós.

As máscaras caem, e o baile de máscaras continua, agora com o pessoal fantasiado de alguma outra fantasia, alguma outra alegoria. Desfilam suas ricas fantasias, tomam seus espumantes, carregam suas faixas e defendem o indefensável. Sofismam, mentem, iludem. Ou, pelo menos, tentam.

E estão absolutamente certos de que nós, idiotas idiotizados por eles, ainda continuamos a acreditar neles.

Eles são tão arrogantes e soberbos que sequer perceberam que já somos muitos a não nos deixar manipular por suas mentiras e sacanagens e que, além do mais, somos muitos a combatê-los, não com as mesmas armas cretinas, mas com as nossas convicções e com a nossa inabalável fé de que estamos nos tornando um povo, uma nação, mesmo contrariando seus mesquinhos interesses. E mostramos isto a todos os que querem ver. Bem sabemos que para ver não basta ter olhos, é preciso querer ver.

Já os vencemos uma vez, já os vencemos outra vez, já os vencemos de novo e os venceremos tantas vezes quantas forem necessárias. Assim será.

Estamos dispostos a lutar a luta a que o nosso destino como nação nos impuser. Lutaremos a luta, realmente, nacional.

Amor, compaixão, solidariedade.
Felicidade. Sempre.

2 Respostas para “Outono, começa o renascimento?”

  1. Valéria Miguez (LELLA) 28 28-03:00 abril 28-03:00 2015 às 21:17 #

    Me pego a pensar se esses jornalistas não se questionam moral e eticamente. Por mais que estejam “salvando” o emprego… Era isso mesmo – em mentir -, que sonharam ao fazer a faculdade? Ou já queriam fazer um jornalismo de escândalos?

    Triste legado moral que deixam aos próprios filhos!

    Enfim, na esperança de que se afundem na própria podridão!

    Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

    • gustavo_horta 29 29-03:00 abril 29-03:00 2015 às 12:08 #

      Agradeço muito a mais esta visita carinhosa.
      Nenhuma esperança há.
      Hoje estão vendidos à direita, como sempre estiveram. Amanhã, se não tiver outro jeito, se vendem ao PT (é claro que não é a esquerda! – apenas menos ruim do que os fascistas do psdb.)
      Abraço grande.
      Amor, compaixão, solidariedade.
      Felicidade. Sempre.
      Gustavo Horta

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: