Imagem

Sangue nas mãos

20 maio

Sangue nas mãos

Vaga-lume e pirilampo.
Beija-flor e colibri.
Tudo o mesmo, mesma coisa.
Como se possível fosse.
Igual ser em alguma coisa.
Particular, especial.
Diferente, especial.
Individual, especial.
Luz autônoma, pisca e vai.
Vai e volta. Lua cheia, mais brilha.
Canto não há, som produz, néctar desfruta.
Energia.
Direto na rua, defronte aqui.
Atrás de algo, atrás de alguma coisa.
Crenças e esperanças em algo.
Crenças e esperanças em alguma coisa.
Crenças e esperanças.
Confianças, crédito, fé.
Que nada.
Somente sangue. Sangue nas mãos.
Sangue é o que se vê.
Muito sangue.
Escorre.
Mas lava.
Mãos sujas ou limpas. Sangue nas mãos.
Vaga-lume e pirilampo.
Beija-flor e colibri.
Tudo o mesmo, mesma coisa.
Lampiro. Cuitelo.
Como se possível fosse.
Igual ser em alguma coisa.
Sangue. Já escorre. Já lava.
Mais poderá vir, gostemos ou não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: