Arrependimento nenhum, nunca ou sempre

13 jun

Isto, seja lá o que for, me remete a uma reflexão ampla, ainda que de forma incipiente e preliminar. O que seria uma ditadura e o que seria uma democracia, aos moldes em que as conhecemos.

ImageDitaduras como as vividas no Brasil, protegidas e promovidas pelas ditas democracias ocidentais – a maior democracia do mundo – e até mesmo, como se pode já confirmar, promovidas e patrocinadas pelas tais democracias ocidentais, podem ser toleradas? Nããão? Tem certeza? Quem foi chamado às barras da justiça pelos mais diversos crimes aqui perpetrados – torturas, sequestros, assassinatos, massacres, etc.? A anistia, ampla geral e irrestrita esconde tudo e tudo varre para debaixo do tapete, ainda que, a cada dia, mais se escancarem as atrocidades, causando significativos tropeços nestes tapetes enrugados por tamanho acúmulo de sujeira. Vergonha é só o que se pode sentir por este povo subjugado, ainda dominado, ainda colonizado, ainda, pelas democracias ocidentais dominantes que tudo podem. Capetas, demônios, diabos, que nunca se arrependem. Lúcifer!

Democracias ocidentais que podem invadir outros países livres. Democracias ocidentais que podem assassinar pessoas mais diversas, e ainda se vangloriar por seus feitos facínoras, ao redor de todo o mundo. Matam na América do Sul e na Latina, matam e assassinam na África, na Ásia, na Europa, na Oceania. Matam na América do Norte. Matam e assassinam onde lhes convier. Invadem e matam onde lhes convier, com a anuência de todo um mundo submisso, subserviente, perplexo e covarde. Matam, assassinam, invadem e espionam. Espionam a tudo e a todos! Nada é pessoal, nada é protegido dos sacanas oportunistas. E ainda recebem as bênçãos de algum deus, em letras mesmo minúsculas, pois os que abençoam não têm delegação para fazê-lo em nome do Deus real. Matam, invadem ou mandam matar e mandam/autorizam invadir. Espionam, bisbilhotam. Capetas, demônios, diabos, que nunca se arrependem. Lúcifer!

Democracias ocidentais. DEMO-cracias. MEDO-cracias. Um, anagrama do outro. MEDO e DEMO. Gente com medo, gente com o demo no corpo. Gente com o diabo. Gente subjugada às corporações internacionais que de fato dominam o mundo. Gente infeliz, triste, acabrunhada e temente. Atemorizada e acovardada. MORTE e TEMOR. Capetas, demônios, diabos, que nunca se arrependem. Lúcifer!

Que tolice crer nas possibilidades da política, praticada de forma expressiva por gente corrupta, sem ética, amoral e criminosa. Em regimes ditos DEMO-cráticos onde eleições tornaram-se, ou foram tornadas, incompetentes para alterar o “statu quo”. Nada é por acaso. Capetas, demônios, diabos, que nunca se arrependem. Lúcifer!

Um processo desenhado para atender não às nações e seus povos, pobres povos, mesmo nos países ditos dominadores. Processo desenhado para atender às necessidades e anseios das corporações. Para atender ao diabo, O inferno é aqui!

CORPORO-cracias! MEDO-cracias, DEMO-cracias. MEDO, DEMO. TEMOR, MORTE. MORTE-cracias! TEMOR-cracias! CORPORO-cracias. Capetas, demônios, diabos, que nunca se arrependem. Lúcifer!

Eleitores tolos mundo afora. Massa de manobra mundo afora que apenas valida os processos viciados e dirigidos para o domínio do mal! Saciar a fome do mal é mais fácil, pois o medo e o demo ajudam às práticas dominadoras corporativas transnacionais.

DIABOcracias!  CAPETOcracias. DEMOcracias. Capetas, demônios, diabos, que nunca se arrependem. Lúcifer! O capeta nunca se arrepende!

Abraço e felicidade, sempre.

5 Respostas para “Arrependimento nenhum, nunca ou sempre”

  1. dillards formal dresses 18 18-03:00 junho 18-03:00 2013 às 13:03 #

    This is a wonderfully written article. You must have done a lot of research in this area. You have made this topic easy to read, interesting and easy to understand.

    Curtir

    • gustavo_horta 19 19-03:00 junho 19-03:00 2013 às 17:27 #

      Thank you very much either for your comment and for your visit here.
      I’m glad you enjoyed what I wrote.
      Regards
      Gustavo Horta

      Curtir

Trackbacks/Pingbacks

  1. THE END OF JOURNALISM | Gustavo Horta - 10 10-03:00 novembro 10-03:00 2016

    […] Arrependimento nenhum, nunca ou sempre > https://gustavohorta.wordpress.com/2013/06/13/arrependimento-nenhum-nunca-ou-sempre/ […]

    Curtir

  2. Barack Obama, ganador del Nobel de la Paz, lanzó 23.144 bombas en 2015 — Periodismo Alternativo | Gustavo Horta - 10 10-03:00 novembro 10-03:00 2016

    […] 10 nov Não se iludam! Ambos, Hilary ou Trump, eram farinha do mesmo saco! Ambos respondem às mesmas corporações que controlam o mundo, não só os EUA! Mas, se a turminha da GBOBO Gboebbells é mesmo contra, então este cretino vencedor pode até ser melhor do que a outra vagabunda; rs rs rs. Há uma globalização sim, sob o comando da tal corporo-cracia sobra a qual já escrevi há alguns anos, por exemplo este de 2013:   Arrependimento nenhum, nunca ou sempre > https://gustavohorta.wordpress.com/2013/06/13/arrependimento-nenhum-nunca-ou-sempre/ […]

    Curtir

  3. O AROEIRA DO DIA | Gustavo Horta - 11 11-03:00 novembro 11-03:00 2016

    […] Arrependimento nenhum, nunca ou sempre > https://gustavohorta.wordpress.com/2013/06/13/arrependimento-nenhum-nunca-ou-sempre/ […]

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: