NÃO PODEMOS FICAR ASSIM QUIETOS E PERPLEXOS. PELO MENOS NÃO DEVERÍAMOS.

13 dez

Mara Rabelo e Meiling Tamiozzo publicaram no grupo # A Gazeta Petista. Penso que deveria ser lido e, oxalá, compartilhado.

download“POR UMA FRENTE DOS QUE GOSTAM E DOS QUE NÃO GOSTAM DE LULA!

 

ESQUEÇA os R$ 51 milhões nas malas de Geddel.

Esqueça a outra mala, nas mãos de Rocha Loures.

Faça vistas grossas aos R$ 38 bilhões a serem torrados na compra de votos para a Previdência.

Deixe de lado a aprovação do PL que suspende o pagamento de R$ 1 trilhão das petroleiras internacionais em tributos.

Não se preocupe com o escândalo JBS, com a suspensão da multa de R$ 25 bilhões do Itaú, com a venda da Eletrobrás, com a reforma trabalhista, com o congelamento de gastos, com o desemprego de dois dígitos, com nossa tragédia social.

Nada disso importa. O que importa agora é que vão pegar o acusado de ter ocultado um triplex no Guarujá. Ele apresentou provas contrárias, mas contra cabeça de juiz não há evidências. Vão pegar e alardeiam que com isso a moralidade pátria estará salva. O TRF-4, de Porto Alegre, marcou o julgamento do acusado, líder isolado nas intenções de voto, para o dia 24 de janeiro. A base legal – ironia das ironias – é a Lei da Ficha Limpa, sancionada pelo próprio acusado há sete anos.

Marcaram num tempo sonolento, entre o ano-novo e o carnaval. Os estudantes estarão de férias. Encurtaram prazos, passaram por cima da ordem habitual dos processos e – tudo indica – vão condenar o homem, que ficará inelegível.

Logo este homem. Logo Lula, que sempre buscou dar segurança aos mercados.

Logo Lula, que não tocou nos interesses dos donos do dinheiro. Nem isso a turma da casa grande aceita. Não aceita por saber que Lula tem algo que eles não têm: uma formidável base popular que, em determinadas situações, pode se tornar incontrolável. Isso, apesar de todo esforço de Lula em evitar o confronto. Lula confiou nos de cima, achou que eram amigos e eles vêm a mostrar que em luta de classes não tem conversa.

Não deram o golpe à toa. Não deram o golpe para fazer marola.

Admiro a figura histórica de Lula e a marca profunda que há quarenta anos imprime na vida nacional. Ele não é meu ídolo, mas não há liderança popular capaz de a ele se ombrear no Brasil.

Condenar Lula significa transformar o país numa esbórnia.

Num escracho.

Numa mazorca.

Num lupanar cívico.

Condenar Lula significa fraudar as eleições de 2018.

Condenar Lula significa o dar golpe dentro do golpe.

Por isso, agora é hora da frente dos que gostam e dos que não gostam de Lula – mas que estão com a democracia – contra algo que atinge a quase todos.

É hora da frente ampla contra a segunda fase do golpe!”

Texto de Sandra Mota

Anúncios

Brasil colonizado: O Refis das petroleiras.

12 dez

NENHUMA EXPECTATIVA NA SUA CONCORDÂNCIA

https://gustavohorta.wordpress.com/2017/12/12/nenhuma-expectativa-na-sua-concordancia/

Protestar, chiar, chorar e/ou reclamar depois que a quadrilha votar qualquer merda nova não vai adiantar nada protestar… Qualquer demonstração de força tem que ser feita antes do estupro. Realizado estupro, relaxa e goza.
A outra opção é a guilhotina.

Nós não estaríamos inventando nada, apenas revivendo a história.
Muito cuidado com os canalhas que agora aparecem arrependidos. São apenas golpistas FILASDAPUTA.

Cento e cinquenta, sim, isto mesmo, 150 empresários voam em seus jatinhos para Brasília para comprar Deputados a votarem a favor da reforma da Previdência. PQP!!

Política e políticos no Brazil estão inteiramente divorciados da vontade popular. O golpe aplicado tirou deles qualquer medo. Sequer temem as urnas. Eles não estão mais nem aí. Se perderem as eleições eles já sabem que derrubam o governo em um golpe e nada acontece….

 

BRASIL COLONIZADO: O REFIS DAS PETROLEIRAS.

> https://dinamicaglobal.wordpress.com/2017/12/12/brasil-colonizado-o-refis-das-petroleiras/

O Brasil inteiro já sabe que a MP 795, a MP do Mi-Shell, gera perdas de arrecadação para o erário da ordem R$ 1 trilhão até 2040, destrói a nossa indústria naval, debilita de morte a indústria de bens e equipamentos, retira dinheiro da Seguridade Social (Saúde, Previdência e Assistência Social) e destrói um milhão de empregos de brasileiros em favor da criação de empregos nos países centrais do capitalismo, permitindo que eles enfrentem suas crises aprofundando a nossa. Tudo isso para atender aos interesses e exigências das petroleiras internacionais, aquelas poderosas empresas que promovem guerras de rapina e destroem países mundo afora para roubar o seu petróleo. Se houvesse corrupção no Brasil e se este não fosse um governo sério e responsável, não seria uma temeridade (opa!) supor que o crimede lesa pátria foi imposto ao país à custa de dutos de dinheiro das mãos dos beneficiários para as mãos sujas de abjetos governantes e desprezíveis parlamentares entreguistas.

Mesmo sabendo de tudo isso, no dia 6 de dezembro de 2017 a Câmara Federal aprovou a MP 795, a MP do Mi-Shell. No dia da vergonha e da humilhação da nacional, 208 deputados entreguistas e traidores derrotaram 194 deputados que votaram contra com a bandeira nacional à frente dos olhos. Os 208 joaquim silvérios dos reis tinham as bandeiras dos Estados Unidos e da Inglaterra tremulando diante dos seus olhos de peixe morto.

Agora é a vez do Senado Federal votar a medida. Agora é a hora e a vez do Senado Federal, supostamente a Câmara Alta, a Casa da Federação, a casa da sabedoria, da reflexão e da prudência. Eis que senão quando, no dia de hoje, às vésperas da votação da MP do Mi-Shell pelo Senado, vem a público um estudo da Associação Nacional dos Auditores da Receita Federal (Unafisco) mostrando que, além da doação de R$ 1 trilhão em renúncia fiscal em favor das empresas petrolíferas internacionais, a maldita lei do Mi-Shell Temer promoverá o perdão de R$ 54 bilhões de impostos que a Receita Federal está cobrando das multinacionais do petróleo por remessa ilegal de “lucros” ao exterior. Remessa ilegal de lucros é o nome técnico para o velho golpe que as multinacionais aplicam nos países onde se instalam de superfaturar compras nos seus países para mandar dinheiro para lá ao invés de investir aqui. Esse é um assunto sério e perigoso. Não esqueçamos que o presidente João Goulart foi apeado do poder em 1964 também por haver liderado, com a bancada de esquerda e nacionalista, a aprovação da Lei da Remessa de Lucros, que havia sido enviada ao Congresso ainda no governo Vargas (Lei 4.131/1962).

Pois bem. Se o Senado já tinha um trilhão de razões para mandar para o lixo, que ao lixo pertence, a MP do Mi-Shell, agora tem um argumento adicional, o argumento da vergonha na cara. Não é possível que a Receita Federal cobre impostos dos brasileiros e não apenas seja impedida de cobrar impostos da ordem de 1 trilhão de empresas que vem aqui explorar o nosso petróleo como também tenha que perdoar 54 bilhões de impostos que elas sonegaram criminosamente aos cofres públicos mediante contratos- fantasma para remessa ilegal de “lucros”.

Os deputados que votaram a favor da MP do Mi-Shell e que agora dizem que não sabiam do perdão de R$ 54 bilhões de impostos devidos por remessas ilegais de lucro ao exterior pelas multinacionais do petróleo vão fazer hara kiri coletivo na Praça dos Três Poderes? E os senadores querem saber já ou preferem “arrependimento” posterior? Faça chegar essa pergunta e sua indignação a cada senador, a cada senadora. Pergunte se o Senado vai botar a sua digital no criminoso Refis das petroleiras internacionais: 1 trilhão de renúncia fiscal e 54 bilhões de perdão por impostos sonegados. Vamos ver se o Senado Federal se comportará como a Casa da Federação ou uma casa da luz vermelha.

A pressão sobre o Senado é gigante. A imprensa noticia hoje, 8 de dezembro de 2017, que as empresas estão ameaçando o governo: se a MP do Mi-Shell não for aprovada pelo Senado, elas não assinarão os contratos que ganharam no leilão do pré-sal do dia 27 de novembro. São elas a angloamericana Shell, a francesa Total, a inglesa BP e a norueguesa Statoil. Para um governo desesperado em fazer caixa para salvar a própria pele mostrando que apesar da desgraça que se abate sobre a nossa economia e o nosso povo as contas do governo vão muito bem, obrigado, essa é uma pressão mortífera. O pseudo-governo Temer não gosta de desagradar aos seus senhores. As empresas estrangeiras e os seus governos neo-coloniais pressionam o governico Temer, que comprou a Câmara e quer fazer o mesmo com o Senado. A minha aposta, porém, é a de que, se o Brasil se levantar, o Senado rejeita a MP do Mi-Shell. O placar está apertado. A nossa esperança equilibrista está de volta. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer. A votação será na terça-feira, dia 12. A hora é agora. Pressão total! De pé, Brasil! Não à MP do Mi-Shell!

Featured Image -- 24396

Autor: Samuel Gomes, advogado em Brasília, assessor no Senado.

Sugestão de leitura de Pedro Augusto Pinho

Publicado em dinamicaglobal.wordpress.com

Dinâmica Global

Ver o post original

NENHUMA EXPECTATIVA NA SUA CONCORDÂNCIA

12 dez

NENHUMA EXPECTATIVA NA SUA CONCORDÂNCIANem sempre

24991186_1189106687888593_8539168501999350595_n

Protestar, chiar, chorar e/ou reclamar depois que a quadrilha votar qualquer merda nova não vai adiantar nada protestar… Qualquer demonstração de força tem que ser feita antes do estupro. Realizado estupro, relaxa e goza.
A outra opção é a guilhotina.

Nós não estaríamos inventando nada, apenas revivendo a história.
Muito cuidado com os canalhas que agora aparecem arrependidos. São apenas golpistas FILASDAPUTA.

img_20171212_164250-1504064030

24301155_1937613849810262_6289565180337848495_n

Cento e cinquenta, sim, isto mesmo, 150 empresários voam em seus jatinhos para Brasília para comprar Deputados a votarem a favor da reforma da Previdência. PQP!!

Política e políticos no Brazil estão inteiramente divorciados da vontade popular. O golpe aplicado tirou deles qualquer medo. Sequer temem as urnas. Eles não estão mais nem aí. Se perderem as eleições eles já sabem que derrubam o governo em um golpe e nada acontece.

downloadPessoas e trabalhadores Brasil afora fazem greve de fome contra a reforma da Previdência.

Situação de merda em que fomos colocados pelos coxinhas. Congresso brasileiro deixa de ser uma caixa de ressonância da vontade do povo brasileiro. Judiciário se esquece convenientemente das leis e passa a fazer parte da política canalha. Imprensa, escrita, rádio, tv’s Featured Image -- 24343e o krai a quatro assumem o papel de representantes das classes dominantes, manipulam e ludibriam o povo e dão um grandioso FODA-SE para a nação, cumprindo o papel a eles determinado pelos grupos estrangeiros e pelas multinacionais.

Você não precisa ler nada que eu transmito; é claro que você pode apagar sem ler, e é mais claro ainda que você pode me bloquear. Mas você também pode ler.

AssassinatoNão há verdade absoluta, mas você poderá receber informações que em geral não lhe são apresentadas, por alguma razão desconhecida.

Naturalmente a decisão é sempre sua. Apenas transmito e publico o que eu não vejo divulgado na mídia tradicional. A razão da informação ser ocultada deve ser alvo da interpretação e análise de cada um. Soa-me muito suspeito sempre.

Não tenho nenhuma expectativa de obter a sua concordância. Mas, sinceramente, tenho expectativa de promover a sua reflexão.

“O DESESPERO PRA VIABILIZAR UM ANTILULA

o candidato da direita

A manchete da Folha de hoje é também a manchete do UOL nessa manhã (12/12/17).
Escancara o desespero em achar um candidato que enfrente Lula com alguma chance no ano que vem.

Incentiva a estratégia de união dos golpistas pra que cheguem num acordo em torno do PMDB de Temer e do tempo de propaganda.
Mas de nada adiantaria ter a metade do tempo na TV e ter que exibir “Temer” colado na testa do candidato que o acordo escolher.”

O poço, na verdade, é mesmo uma fossa negra.
No fundo do fundo do poço só tem merda flutuante.

Uma quantidade impressionante de merda.
É a fossa negra ou a suruba no bordel Brazziill. São essas as opções para o povo brasileiro.
Ou nadar na bosta ou ter o ânus escrachado, esculachado, esculhambado, arregaçado.
Uma merda.

gustavohorta.wordpress.com

JORNALISMO CARA DE PAU… OU DE MERDA!

10 dez

Boppë: de um pólo a outro

É encontrável nos sites brazucas uma matéria da bebe-se a respeito da manipulação da massa ignara pelas feiquiníus.

https://g1.globo.com/politica/noticia/como-comportamento-de-manada-permite-manipulacao-da-opiniao-publica-por-fakes.ghtml

A falha di çumpallo teve a cara dura de dizer que a matéria (comprada da bebe-se) era exclusiva!

É mais do que sabido, por todas as peçonhas, que o gehornallyzmo é uma sucessão de ctrlC ctrlV feitos de acordo com o pensamento do editor. (E de seus anunciantes!)

Notícias internacionais rarìssimamente são originais.
Novecentos e noventa e nove por cento são matérias compradas de “parceiros”.
A mesma notícia do istadim é reproduzida no istadim de minas, que por sua vez é dono do correio brazilhemçi, e publicada na falha.
As matérias da falha não mudam nada com relação ao bobo.
E por aí afora.

Valem menos do que aquelas pesquisas eleitoreiras de que fulano tem maioria de votos, e contudo o  fulano não…

Ver o post original 234 mais palavras

Como ‘Comportamento de Manada’ Permite Manipulação da Opinião Pública por Fakes

10 dez

radioproletario

Transcrito de: geledes.org.br

A estratégia que vem sendo usada por perfis falsos no Brasil e no mundo para influenciar a opinião pública nas redes sociais se aproveita de uma característica psicológica conhecida como “comportamento de manada”.

Por Juliana Gragnani Do BBC

O conceito faz referência ao comportamento de animais que se juntam para se proteger ou fugir de um predador. Aplicado aos seres humanos, refere-se à tendência das pessoas de seguirem um grande influenciador ou mesmo um determinado grupo, sem que a decisão passe, necessariamente, por uma reflexão individual.

“Se muitas pessoas compartilham uma ideia, outras tendem a segui-la. É semelhante à escolha de um restaurante quando você não tem informação. Você vê que um está vazio e que outro tem três casais. Escolhe qual? O que tem gente. Você escolhe porque acredita que, se outros já escolheram, deve ter algum fundamento nisso”, diz Fabrício Benevenuto, professor da Universidade Federal de…

Ver o post original 1.315 mais palavras

Defesa do Indefensável: Lamentável Papel dos Vendidos a O Mercado

10 dez

Cidadania & Cultura

Aurelio Bicalho é economista-chefe da Credit Suisse Hedging-Griffo Asset Management. Como se é de esperar de um “bufão da corte” mais realista do que o próprio rei, ele (Valor, 01/12/17) se dedica à tarefa comum dos subservientes à aliança da casta dos mercadores com a casta dos oligarcas governantes, ambas golpistas e concentradoras de riqueza: defender o indefensável!

Confira minha posição a respeito do desempenho da Autoridade Monetária no Brasil em Desinflação do Tomate. Reproduzo abaixo o contorcionismo verbal do puxa-saco que justifica o enriquecimento financeiro de poucos de suas castas expropriando o emprego e a renda de muitas famílias. Deixar a taxa de juros em 14,25% aa após a taxa de inflação já estar caindo foi um crime lesa-pátria!

Ver o post original 1.281 mais palavras

Como Estado Fascista Está a Serviço do Desmonte da Universidade Laica

9 dez

radioproletario

Crédito: Jornalistas Livres

por Luís Carlos Bolzan, especial para o Viomundo 

O Estado autoritário morista faz escola.

Neste 06/11/17, sem intimação prévia, representantes da UFMG foram alvos de condução coercitiva por parte da PF.

O mandato expedido pelo Judiciário foi solicitado pela Polícia Federal e executado pela própria PF.

Integrantes de uma fausta burocracia aristocrática, junto com, MPs, TCU e CGU, que se apropriou de assalto do Estado brasileiro, recebendo alguns inclusive, acima do teto constitucional, outros tendo 2 meses de férias por ano, outros ainda praticamente inimputáveis, apenas com penas de “aposentadoria”, sendo desejado este mesmo status por outras burocracias que se dizem “combatentes do crime”.

Há ainda entre estes, aqueles que reclamam direito sobre parte do butim da corrupção, um percentual do valor recuperado para ser usado sem nenhum controle ou fiscalização, e ainda alguns que usufruem do “direito” a abusivas “bolsas” para estudos seus, e de seus…

Ver o post original 1.466 mais palavras