Previdência: improviso, fisiologismo e prejuízo ao trabalhador

23 nov

Você lê se quiser, é claro.

BLOG DOS SERVIDORES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

23.11.2017
Do blog TIJOLAÇO
Por Fernando Brito

refprev Michel Temer anuncia hoje o “remendão” da Previdência.

Para a quase totalidade dos trabalhadores, os do setor privado, é o fim da aposentadoria por tempo de serviço, que passa a exigir, para recebimento integral dos proventos – em geral já modestos – 40 anos de contribuição.

O que, com os períodos de desemprego, mudanças de emprego, trabalho sem registro, contribuições não recolhidas e com registros perdidos, eleva para algo perto de 45 anos o tempo de atividade laboral exigido do trabalhador.

Aposentar-se com os 35 anos de contribuição atuais significa ficar com 87,5% do valor da aposentadoria.

A “equiparação” do servidor público é para valer apenas para quem entrou de 2004 em diante o que, em boa parte, já existe entre os servidores do Executivo . É altamente duvidoso que isso vá prevalecer para a elite do Judiciário e do Ministério Público.

A…

Ver o post original 135 mais palavras

Anúncios

*A corrupção no Banco Mundial a Falência do Sistema Financeiro e o Futuro da Economia Pela Cidadania.

23 nov

Você lê se quiser, é claro.

radioproletario

ENTENDA PORQUE BANCOS INCENTIVAM A CORRUPÇÃO DE GOVERNOS

Karen Hudes trabalhou 50 anos para expor a corrupção do banco mundial e da comunidade europeia. Foi ameaçada e conserva-se intacta. Desmonta a economia como ninguém e expõe soluções muito próximas a qualquer ser vivo.

Karen Hudes é uma graduada da Escola de Leis de Yale e trabalhou no departamento jurídico do Banco Mundial por 20 anos. Na verdade, ela foi demitida pela divulgação de informações sobre corrupção dentro do Banco Mundial, sua posição era “conselheiro legal.”

Ela teve uma perspectiva clara para mostrar como a elite domina o mundo, e a informação que está a revelar ao mundo é absolutamente incrível. De acordo com Hudes, a elite usa um núcleo hermético de instituições financeiras e mega-corporações que dominam o planeta.

O objetivo é controlar, nos querem a todos como escravos da dívida, querem todos os nossos governos escravos da dívida, e…

Ver o post original 1.149 mais palavras

Republicado – VOCÊ É A MINHA REFERÊNCIA PORQUE É COERENTE

22 nov

VOCÊ É A MINHA REFERÊNCIA PORQUE É COERENTE

Francisco Costa Rio, 20/09/2017.

Você teve certeza de que a Friboi é do Lulinha, e é dos irmãos Batista. Você teve certeza de que Lula é dono de um iate, e agora sabemos que são três, dois pedalinhos e uma canoa . Você teve certeza de que Lulinha era proprietário de um jatinho de sessenta milhões de dólares, igual ao do Malafaia. O jato está apreendido, porque é do espólio de Eike Batista.

Você teve certeza de que Lulinha limpava bosta de elefante no Zoo de Brasília e agora sabemos que ele nunca trabalhou lá. Você teve certeza de que Lula e Lulinha eram os donos da Oi e hoje sabemos que é do Tasso Jereissati.

Você encheu a bola do Japonês Bonzinho, da Federal, pela honestidade do Japa, e ele foi afastado das funções porque é contrabandista na fronteira. Você apoiou Eduardo Cunha, porque ele acabaria com a roubalheira do PT. Ele está preso. Você aplaudiu Sérgio Cabral, quando ele traiu Dilma e apoiou Aécio, escolhendo o lado certo. Cabral está preso e Aécio, investigado.

Você aplaudiu a ex Suplicy, quando foi para o PMDB, para fugir da “corrupção petista”. Um terço do PMDB está indiciado, um terço, preso, e um terço, investigado. Os únicos legalistas e sem evidências de serem corruptos, Kátia e Requião, estão para ser expulsos, por destoarem do resto do partido.

Você chamou o PT de quadrilha, mas o helicóptero com quase meia tonelada de cocaína, apreendida pela PF, não é de senador petista, o avião apreendido com mais de seiscentos quilos de cocaína não levantou voo da fazenda de um petista, mas de um ministro do governo que você colocou aí.

Você, atendendo aos apelos da Globo e da Fiesp, cultuou um patinho inflável e derrubou Dilma. Agora perdeu o emprego. Se não perdeu, perdeu os direitos trabalhistas e corre o risco de não se aposentar, para salvar a Previdência Social. Os empresários da Fiesp e a Globo devem quase três trilhões de reais à Previdência, por sonegação, quinze vezes mais que o rombo atual, e agradecem pela anistia fiscal dada por você.

Você acredita que um triplex penhorado pela Caixa Econômica, porque do patrimônio da OAS, é do Lula. Você acredita que um posto de gasolina é a sede do Instituto Lula, doado pela Odebrecht.

Em 13 anos o Brasil saltou de décima sexta para oitava economia do planeta, mas você acredita que o PT faliu o país. Agora você tem certeza de que Lula é ladrão e Bolsonaro é a solução, o que muito me tranquiliza. Você é uma das minhas referências políticas, o meu tratado de como não pensar. 

1-VZxnZ15kPrwGQqsx96bx8Q

“TEJE PRESO, EU SÔ A ORTORIDADE”

22 nov

Verdades Ocultas
** Hidden Truths-News ** A mídia sem máscaras

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

O PODER DA SORTE ANCESTRAL – Por James Walker

49e04-empres25c325a1rio-algemado

Nunca se prendeu tanto no Brasil !

Metaforicamente, a prisão é o novo “Bombril – tem mil e uma (in)utilidades.

Para todos os flagelos sociais e, sobretudo, para a incompetência estatal em gerir soluções administrativas para problemas políticos, lançam mão do Direito Penal do inimigo, invariavelmente transbordando as balizas constitucionais de garantias, muito mais para “jogar para a platéia”, do que para emprestar solução séria das mazelas que dão origem à corrupção e outros males.

Assistimos, em pleno século XXI, o país se valer de expedientes que se assemelham a práticas do medievo.

Conduções coercitivas sem prévio descumprimento de intimação, uma espécie de “chamamento aos pés do rei”, um verdadeiro “tragam a mim”, pois “eu mando”, prisões preventivas banalizadas a ponto da sociedade se recolher, a cada noite, sem saber quem será “a próxima vítima” dessa farra do encarceramento, pois, para ser o alvo, basta alguém, em algum lugar, mencionar seu nome, uma vez que os requisitos legais, autorizadores dessa medida extrema, deixaram de ser obrigatórios, não por lei, mas pela reiteração do deferimento árido de prisões cautelares, vazias de necessidade e, no mais das vezes, de fundamentação válida.

Prende-se pelos seguintes motivos: (i) porque um requereu; (ii) porque outro tem poder de deferir; (iii) porque prendendo, cria-se a falsa sensação social de que aquele que pediu a prisão, e o outro que a determinou, são melhores do que o desgraçado que foi preso.

Faz tempo demais que não há distinção entre o mal cheiro impregnado nos poderes da república, todos fedem a carniça.

O Judiciário só prende o legislativo e o executivo, porque “deu a sorte ancestral” de competir, a esse poder, a decisão final em matéria jurídica.

A decomposição institucional dos poderes é igual entre todos eles.

Enquanto legislativo e executivo se corrompem e atuam de forma solipsista, o judiciário inventa decisões inconstitucionais, legisla em espaços e questões materialmente políticas (em ativismo invasivo), conduz-se de forma extremamente seletiva e punitivista, autoproclamamdo-se um “poder moral,” ou “falso moralizador”, quando, em verdade, diante de qualquer oportunidade, apresenta-se igualmente pequeno e oportunista, em iniciativas como auxílios infinitos, duas férias por ano, carros e motoristas, alimentação, academias de ginástica exclusivas, auxílio para estudo dos filhos, seguranças, elevadores privativos, enfim, colocaram-se em um patamar de “cidadania superior”, que em nada difere da corrupção dos demais poderes.

Ao meu sentir, a diferença está na forma de se alcançar privilégios e, neste particular aspecto, admito que os privilegiados do judiciário encontraram formas mais inteligentes que os toscos do legislativo e do executivo.

Isso sem falar na manutenção de feudos de poder judicante, com a perpetuação de gerações de “filhos e filhas do poder” em uma espécie de jus sanguinis judicial, que conduz rebentos empoderados à magistratura, literalmente pela porta dos fundos, sem qualquer chance de disputa democrática aos cidadãos de “classes inferiores” (leia-se, não nascidos em berços da magistratura), e isso seria republicano?

Essa postura, que não inventei, que envergonha e escracha o país, não é uma forma corrupta de consecução de privilégios?

Particularmente sobre esse tema eu gostaria de ouvir a opinião de Ministros do STF, que se manifestam sobre tudo pela mídia, especialmente sobre atitudes corruptivas dos demais poderes.

Mas a quem cabe a régua daquilo que deve ou não deve ser objeto de investigação e entrar no rol da farra das preventivas?

De quem é essa régua?

Neste grupo só de criminalistas, advirto que, entre o que eles fazem, e o que eles conseguem, existe apenas um último resquício de empecilho, a advocacia criminal.

Quando essa perseguição desmedida veio dos militares, foram os advogados(as) criminalistas, mesmo em tempos de ausência de habeas corpus, que lá se colocaram, como escudos, entre o poder autoritário e violento do estado e os direitos da sociedade.

Nesta quadra a história se repete, dessa vez de uma forma mais dissimulada, sem o emprego burro da violência física, posto que deslegitimador do apoio social, mas com as mesmas características de autoritarismo e perseguição.

Quando a sua atuação, criminalista, tornar insuportável, a esse poder, a sua presença e a fácil consecução de seus objetivos, não duvidem, nem mesmo por um instante, seremos nós o alvo prioritário.

A pior notícia é que esse tempo já chegou, e começaram pela criminalização dos honorários (estratégia antiga de guerra, retirando-se a capacidade financeira do inimigo).

Aos que continuam aplaudindo este estado de coisas inconstitucional, por absoluta ignorância (no sentido de desconhecer) da relação de causa e efeito do que acontece contemporaneamente, saibam que também foi assim com as iniciativas de Hitler, por exemplo, altamente moralista, apoiado pelo povo, messianicamente combatendo as mazelas sociais (que naquela quadra era atribuída aos judeus), é assim em todas as ditaduras, onde se praticam barbáries em nome da “libertação” do povo, ou de suas mazelas, enfim, é algo cristalino o que acontece no Brasil contemporâneo, o problema é que o sentido de “cristalino” depende do elemento luz, que só alcança os olhos de quem tem o mínimo de leitura, para além de manuais jurídicos, impondo-se algum conhecimento de filosofia, sociologia, psicologia etc.

Voltando ao início, prender é a grande solução!

O aprisionamento é o novo “milagre brasileiro” de solução dos flagelos políticos e sociais.

Para a pobreza tem prisão, para a corrupção tem prisão, para o “gozador” do transporte público prisão, para o moleque maconheiro prisão, para o “gato de luz” prisão, para o inadimplemento de pensão é prisão, para o furto de pasta de dentes mais prisão, para o ignóbil desacato, você vai para a prisão.

Prisão, Direito Penal, tudo isso lembra crime, que manipulado de maneira maquiavélica, defere ao detentor das falsas soluções da criminalidade um poder incomensurável.

Aplaudam, estão prendendo todo mundo, hoje ainda não foi você, mas amanhã a prisão virá para os que aplaudem.

E mesmo os que prendem, em algum momento, sentirão o efeito reverso desse estado de violência jurídica que impuseram ao país.

A prisão preventiva foi desvirtuada, banalizada e utilizada nos mesmos moldes de outros tempos, onde os dias eram assim, de cores gris.

Tudo é motivo para prender, dispensando-se os requisitos legais ou constitucionais, e a prova de que prender é uma necessidade de alguns, nestes tempos, é que já não basta a eles, tão somente, lançar mão da “metralhadora encarceratória preventiva”, golpearam a própria constituição, para possibilitar mais e mais prisões, ainda sem condenação definitiva, em flagrante golpe legitimador para manutenção das prisões preventivas infinitas no curso de processos.

Concluo afirmando que a corrupção, bandeira (des)legitimadora para essa “farra prisional” que vem desconstruindo nosso sistema de justiça criminal, não é exclusiva dos poderes legislativo e executivo, e que o Judiciário é o “poder da sorte ancestral”, por caber a ele, constitucionalmente, a decisão judicial sobre a liberdade ou prisão dos demais poderes, e nessa hora, de ser o “dono da decisão”, a Constituição Federal vale, e como vale.

James Walker, no Facebook.
Doutor James Walker é advogado criminalista e
Presidente da ABRACRIM – RJ e Presidente do IBC – Instituto Brasileiro de Compliance

ORA BOLAS, TÁ LIBERADO. UMA MALA PODE…SEM PROBLEMA

22 nov

 

‘Quantas malas de dinheiro são suficientes para o novo diretor-geral da Polícia Federal?’
BLOGS Fausto Macedo Repórter

QUANTAS MALAS DE DINHEIRO SÃO SUFICIENTES PARA O NOVO DIRETOR-GERAL DA POLÍCIA FEDERAL?

“Procurador da força-tarefa da Operação Lava Jato Carlos Fernando Santos Lima ironiza fala do delegado Fernando Segovia que criticou a ação controlada sobre o homem de confiança do presidente, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), flagrado em ação controlada da PF correndo por uma rua de São Paulo com uma mala estufada de propinas da JBS

Luiz Vassallo – 21 Novembro 2017

O procurador da força-tarefa da Operação Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima ironizou, por meio de sua conta no Facebook, nesta terça-feira, 21, as declarações de Fernando Segovia, em sua primeira entrevista coletiva à imprensa como diretor-geral da Polícia Federal.

“Uma pergunta: Quantas malas de dinheiro são suficientes para o novo Diretor-Geral da Polícia Federal?”, questionou Lima.

Depois de se dizer lisonjeado com a presença de Michel Temer em sua cerimônia de posse, nesta segunda-feira, 20, o novo diretor-geral da PF disse que o presidente continuará a ser investigado com a “celeridade de todos os outros inquéritos”.

A afirmação de Segovia sobre a continuidade das investigações se deu diante da insistência de jornalistas. Em um primeiro momento, o novo diretor-geral havia dito que as investigações contra o peemedebista já haviam sido concluídas.

Segovia criticou a Procuradoria-Geral da República que, na gestão Rodrigo Janot, denunciou uma primeira vez o presidente por corrupção passiva no caso da mala dos R$ 500 mil que a JBS pagou para o ex-assessor especial de Temer, Rodrigo Rocha Loures.

“Uma única mala talvez não desse toda a materialidade criminosa que a gente necessitaria para resolver se havia ou não crime, quem seriam os partícipes e se haveria ou não corrupção”, declarou o novo diretor da PF.

Para Segovia, ‘a Procuradoria-Geral da República é a melhor indicada para explicar possíveis erros no acordo de colaboração premiada firmado com executivos do grupo J&F, entre eles, o empresário Joesley Batista’.

The Guardian: Transnacionais atuaram para mudar leis brasileiras

22 nov

TAQUIOPA! POBRE BRASIL, NEM SABE QUE ESTÃO A TRANSFORMÁ-LO EM UM PUTEIRO…
> https://gustavohorta.wordpress.com/2017/05/10/taquiopa-pobre-brasil-nem-sabe-que-estao-a-transforma-lo-em-um-puteiro/

“…Quem não se embriaga no anti-petismo desmiolado já percebeu coisas assim faz tempo.
Os anti-petistas, tantas muitas vezes atolados até o pescoço – na segunda ou enésima volta – na lama das sacanagem do, inaugurado pelo GOLPE, BORDEL BRAZZIIILL.
Bordel este, aliás, que nós da nação brasileira sempre entramos de re. Sacou?
Começando a entender? Talvez seja muito tarde. Tarde demais… …”

Blog do Renato

O ministro do Comércio do Reino Unido, Greg Hands, fez lobby com o governo brasileiro para beneficiar grandes companhias petrolíferas britânicas, especificamente a BP, a Shell (anglo-holandesa) e a Premier Oil. A revelação foi feita pelo jornal The Guardian no último fim de semana.

.

 

Segundo a publicação britânica, Hands atuou para que as regras tributárias e ambientais brasileiras fossem flexibilizadas. Além disso, reivindicou também que fosse reduzida a política de conteúdo nacional na cadeia do petróleo, ou seja, a obrigatoriedade de uso de componentes produzidos no Brasil.

O jornal inglês se baseou em um telegrama diplomático obtido pela organização ambientalista Greenpeace. O documento aponta que Hands se encontrou em março de 2017 com Paulo Pedrosa, secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia.

O telegrama aponta que Pedrosa teria respondido que pressionaria as autoridades brasileiras no sentido dos pedidos britânicos. Tanto o governo do Reino Unido quanto o Brasileiro negam…

Ver o post original 130 mais palavras

Brasil pós-golpe faz o maior programa mundial de transferência de renda para os mais ricos

22 nov

TAQUIOPA! POBRE BRASIL, NEM SABE QUE ESTÃO A TRANSFORMÁ-LO EM UM PUTEIRO…
> https://gustavohorta.wordpress.com/2017/05/10/taquiopa-pobre-brasil-nem-sabe-que-estao-a-transforma-lo-em-um-puteiro/

“…Quem não se embriaga no anti-petismo desmiolado já percebeu coisas assim faz tempo.
Os anti-petistas, tantas muitas vezes atolados até o pescoço – na segunda ou enésima volta – na lama das sacanagem do, inaugurado pelo GOLPE, BORDEL BRAZZIIILL.
Bordel este, aliás, que nós da nação brasileira sempre entramos de re. Sacou?
Começando a entender? Talvez seja muito tarde. Tarde demais… …”

Educação Política

É caso para um estudo econômico detalhado, mas o governo de Michel Temer, com o apoio do PSDB, está fazendo, sem qualquer sombra de dúvida, o maior programa mundial de transferência de renda dos ma…

Fonte: Brasil pós-golpe faz o maior programa mundial de transferência de renda para os mais ricos

Ver o post original